Confira 3 dicas infalíveis para montar o seu mix de produtos de moda9 min read

Sumário:

Resumo:

  • Um mix de produtos de moda é o planejamento da diversidade de peças que farão parte da sua coleção;
  • Para facilitar o momento da criação, você deve dividir seus produtos em três blocos: básico, tendência e conceito;
  • O Audaces Fashion Studio traz mais agilidade para quem precisa criar e lançar uma coleção de moda. Faça o teste grátis da multissolução Audaces360 agora!
Trial Audaces360 7 Dias

Todas as etapas de uma coleção devem conversar entre si. Desde a escolha do tema até a confecção das peças, o processo deve se espelhar nos valores da sua marca e condizer com o que os clientes esperam dela.

Para lançar sua coleção e garantir que ela seja bem-sucedida, é necessário pensar em muitos detalhes, dentre eles o mix de produtos de moda.

Continue a leitura para entender mais sobre ele!

O que é mix de produtos de moda?

O que é mix de produtos de moda? 

O mix de produtos de moda nada mais é do que uma mistura harmoniosa de peças, modelos e estampas. Isso porque, ainda que ele seja composto de vários elementos, é preciso planejar a diversidade de peças que farão parte de uma coleção para que elas conversem entre si.

Sendo assim, ele é o responsável pela variedade de produtos dentro de uma coleção, atendendo às diferentes necessidades do seu público. Sua função é agrupar e categorizar as roupas de acordo com o seu design e utilidade no vestuário.

Leia mais: Saiba quais os processos envolvidos na criação de uma coleção de moda

Por que fazer um mix de produtos de moda é interessante para a sua marca?

Produtos com propostas que não estão alinhadas entre si podem dificultar a decisão de compra do cliente, gerando acúmulo de estoque e outros problemas. Por este motivo, o mix de produtos de moda é muito importante para quem está lançando uma coleção.

Com ele, o cliente tem mais chances de levar peças que “combinem” umas com as outras, sendo elementos complementares no look. Sendo assim, ao definir sua coleção, escolha peças que façam sentido quando usadas juntas para que seu público tenha um maior interesse por elas.

Também é preciso ter uma combinação equilibrada, porém variada. Tenha quantidades proporcionais de cada peça, além de modelos que são usados mais frequentemente e que se vendem “sozinhos”.

Leia mais: Conheça as principais dicas para um lançamento de coleção de sucesso

Como o mix de produtos de moda pode ser organizado?

É comum que surjam algumas dúvidas durante a montagem de um mix de produtos de moda. Por exemplo, quantas peças é preciso fazer? Qual a variedade de estampas, modelos e tamanhos ideal?

Para responder a essas e outras perguntas, antes de tudo, você deve entender como o seu público se comporta e de que forma ele consome seus produtos.

Não necessariamente uma coleção muito diversificada será a sua recordista de vendas. É preciso trabalhar e se atentar a alguns pontos, como esses:

Abrangência

A abrangência fala sobre as linhas de produtos que sua marca terá. Para que uma coleção seja coesa, ela deve ter entre 5 e 10 categorias.

A ideia através do mix de produtos é que sua coleção atinja o público-alvo e gere interesse nele.

Consistência

Tudo o que você oferece aos seus clientes deve trazer a identidade da marca. A consistência aqui se refere a como as linhas de produtos se relacionam em termos de uso, produção e distribuição.

Essa apresentação pode ser usada para o desenvolvimento tanto da coleção quanto da marca.

Quantidade

Você já deve ter se perguntado: qual é o número de peças ideal em uma coleção? Geralmente, ela tem 12 peças. Porém, existem algumas menores – como as coleções-cápsula, que possuem 8 peças.

Ao pensar nisso, você deve também considerar quantidades proporcionais de peças, segmentando de acordo com o seu tipo.

Em uma coleção de 12 peças, você pode oferecer 4 modelos de blusas, 3 de calças, 2 de shorts, 2 de saias e 1 de jaqueta, por exemplo.

Ou, no caso de uma coleção-cápsula, é possível classificar da seguinte forma: 4 modelos básicos, 3 de tendência e 1 de conceito. Entenda mais sobre esse tipo de divisão, a seguir!

Conheça a pirâmide para compor um bom mix de produtos

como-fazer-mix-de-produtos-de-moda

Ao planejar uma coleção de moda, você deve pensar não somente na sua marca, mas nos hábitos de consumo do seu público-alvo. Por exemplo: seu potencial cliente prefere peças que estão em alta entre os influenciadores de moda ou aquelas atemporais – básicas, mas elegantes?

Você deve distribuir seus produtos em 3 blocos – isso facilita a criação das peças. A escolha da segmentação em cada um destes grupos deve estar ligada com o posicionamento da sua marca.

Você pode organizá-la da seguinte maneira:

Básico

Peças básicas são aquelas que se fazem presentes em todas coleções, apenas ganhando uma atualização ou outra. Elas fazem parte da rotina das pessoas e, por conta do combo bom preço + design atemporal, dependem de menos esforços de venda do que o restante da coleção.

Durante e após a pandemia, as pessoas passaram a buscar mais conforto ao se vestirem. Por isso, as peças básicas, que antes faziam parte de 25% das coleções, hoje já chegam até 50% – um aumento que reforça como a busca do cliente está mudando.

Tendência

As peças tendência são fruto daquilo que foi visto nas passarelas, nos sites de moda e perfis de fashionistas. Normalmente, elas possuem cores, estampas e recortes diferentes a cada nova estação.

Essas peças durante entre uma a duas coleções, no máximo. Depois disso, com o surgimento de outras novidades, elas ficam saturadas e já não chamam mais a atenção dos consumidores como antes.

Você pode investir entre 45% e 65% das peças da sua coleção neste bloco, aproveitando enquanto as tendências estão em alta. Inclusive, é nessa parte da coleção que você pode adicionar o maior percentual de markup sobre as peças.

Conceito

Essas são as peças que carregam o estilo da coleção. De modo geral, possuem modelagens diferentes, pensadas por estilistas para surpreender o público e trazer novas inspirações. Uma marca famosa que usa muito bem desse artifício é a Balenciaga.

As peças conceito são usadas em vitrines, catálogos e desfiles para chamar a atenção do consumidor, até mesmo causando certa dúvida. Normalmente, destina-se cerca de 5% da coleção a esta categoria.

Leia mais: Mix de mercado: como definir estratégias para cada nicho

3 dicas para montar um mix de produtos de moda

1. Acompanhe o comportamento do consumidor

Estar sempre atento aos hábitos de consumo do seu público é uma forma de saber no que vale a pena investir mais em um mix de produtos.

Como as peças são desenvolvidas pensando nele, é importante entender de quais tendências ele gosta, se tem um estilo tradicional e curte peças mais básicas ou um estilo criativo, sendo mais adepto de modelos vistos em desfiles de moda.

Através dos seus clientes fiéis, a marca já consegue ter um termômetro do que pode ou não dar certo para o próximo lançamento.

2. Pense em peças conceito

Apesar de as peças conceito fazerem parte de um pequeno percentual da coleção, elas são bastante estratégicas na montagem de um mix de produtos de moda.

Isso porque são mais caras e, normalmente, tem produções mais elaboradas, além de serem exclusivas e menos consumidores as adquirirem.

3. Faça divulgação em redes sociais

As redes sociais são grandes aliadas de quem deseja divulgar a sua coleção. Nelas, você pode mostrar e propor combinações de peças com fotos e vídeos.

Exemplos de mix de produtos de moda

Os exemplos mais comuns de mix de produtos de moda são compostos por modelos como:

  • Partes de cima (blusas, camisas e camisetas);
  • Partes de baixo (saias, shorts e calças);
  • Peças únicas (vestidos, macaquinhos e macacões);
  • Sobreposições (casados, jaquetas e suéteres).

Porém, empresas que trabalham com moda praia podem ter um mix diferente, composto por:

  • Biquinis, maiôs e sungas;
  • Cangas e saídas de praia;
  • Viseiras, bonés e chapéus;
  • Prendedores de cabelo;
  • Bolsas.

Já empresas que atuam no ramo de calçados podem focar em:

  • Tênis;
  • Botas;
  • Rasteiras;
  • Chinelos;
  • Tamancos;
  • Meias;
  • Bolsas;
  • Acessórios.

Como planejar um mix de produtos de moda com as tecnologias da Audaces?

Como planejar um mix de produtos de moda com as tecnologias da Audaces? 

A Audaces possui as tecnologias mais completas do mercado para ajudar você a planejar melhor seu mix de produtos.

Saiba quais dos nossos softwares podem fazer com que seu negócio seja ainda mais eficiente:

Audaces Isa

Gerenciar o ciclo de vida de um produto é fundamental para quem está lançando uma coleção. Por isso, o Audaces Isa foi criado ajudar quem está nesse processo.

Ele é completo e super tecnológico. Com esse sistema, você pode acompanhar o ciclo de vida dos produtos, controlando e organizando toda a parte técnica da coleção.

O Audaces Isa ainda garante a execução de cronograma no tempo certo e ajuda na tomada de decisões mais assertivas.

Audaces Fashion Studio

Além do Audaces Isa, o Audaces Fashion Studio pode ser muito interessante para quem deseja montar o seu mix de produtos de moda.

Este software permite criar e recriar modelos em um ambiente tridimensional. Através dele, você pode pode otimizar temo no desenvolvimento de croquis.

Além disso, é possível integrar as etapas de criação e produção com a tecnologia 4.0 mais completa para confecções: o Audaces360.

Aprenda mais sobre como a Audaces pode te ajudar! Baixe gratuitamente nosso e-book e tenha mais assertividade na montagem do seu mix:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Gostou deste artigo? Compartilhe

Buscando por algo?
Pesquisar

Mais Recentes

Mulher utilizando o fashion PLM Audaces Isa

O que sua confecção ganha ao fazer a integração de sistemas PLM e ERP?

Como a integração de sistemas como PLM e ERP impulsiona a eficiência e competitividade na moda, garantindo sucesso a longo prazo. Descubra!
Probador virtual en Shape U: guía de ropa para vender en línea

Guia para você vender mais roupas online

Para vender roupas online você precisa de estratégias. Por este motivo criamos um guia que ajudará seu e-commerce. Leia e saiba como!

Um guia completo de como funciona uma confecção de roupas

Existe um fascinante processo de como funciona uma confecção de roupas, desde a concepção inicial até a produção final. Entenda!

Tire suas dúvidas e saiba como ter a sua confecção de moda própria

6 cursos de modelagem que vão ajudar a melhorar seu desempenho

Confira a tabela de composição dos tecidos e conheça os mais utilizados

Conheça a multissolução Audaces360 e otimize a sua produção desde já!

Entenda o cenário atual e como se manter competitivo no mercado da moda

sobre o autor
Audaces
sobre o autor
Audaces

Artigos relacionados

Mulher utilizando o fashion PLM Audaces Isa

O que sua confecção ganha ao fazer a integração de sistemas PLM e ERP?

Como a integração de sistemas como PLM e ERP impulsiona a eficiência e competitividade na moda, garantindo sucesso a longo prazo. Descubra!
Probador virtual en Shape U: guía de ropa para vender en línea

Guia para você vender mais roupas online

Para vender roupas online você precisa de estratégias. Por este motivo criamos um guia que ajudará seu e-commerce. Leia e saiba como!

Um guia completo de como funciona uma confecção de roupas

Existe um fascinante processo de como funciona uma confecção de roupas, desde a concepção inicial até a produção final. Entenda!

Newsletter

Receba conteúdos e novidades Audaces Artigos, tutoriais e materiais educativos, enviados para seu inbox.

Ao cadastrar, você aceitará nossas Política de Privacidade

Newsletter

Receba conteúdos e novidades Audaces Artigos, tutoriais e materiais educativos, enviados para seu inbox.

Ao cadastrar, você aceitará nossas Política de Privacidade