Descubra o que é a indústria moveleira e quais são as tendências das próximas décadas10 min read

Sumário:

Resumo:

  • A indústria moveleira é um dos setores mais rentáveis. Enquanto as pessoas usarem sofás para sentar e a criatividade para gerar tendências, esse mercado estará vivo;
  • O avanço da tecnologia tornou o setor mais democrático. Modelar móveis, simular decorações e verificar escalabilidade de produção direto do computador, sem desperdiçar material;
  • Audaces 360 é a multissolução que aumenta a eficiência dos setores de móveis e moda. Faça o teste grátis agora e dê mais assertividade à sua produção

Quando você olha ao seu redor, quantos móveis consegue contar? Cadeira, mesa, armário… Todo mundo é cliente da indústria moveleira. Porém, empresários que se apropriam de tendências e ferramentas de produção têm mais chances de sucesso.

Nesse sentido, a resposta óbvia de “indústria moveleira é a que faz móveis” não serve. É importante conhecer os números do setor de fabricação de móveis, as regiões mais quentes do mercado e o que a tecnologia oferece para ele. É preciso saber o que hoje é inovação, mas que amanhã será o mínimo.

Não produza móveis para serem apenas bonitos. Eles também devem ser funcionais. Se ajeite na cadeira e aprenda abaixo mais sobre como funciona a indústria moveleira no Brasil e no mundo e como não ficar para trás no setor.

Faça uma boa leitura!

O que é a indústria moveleira?

A indústria moveleira é composta por todos os negócios envolvidos na produção e venda de móveis. Esse conceito abarca tanto pequenos quanto grandes empresários. Sendo assim, se houver uma estofaria à sua volta, saiba que ela pode ser considerada parte desse setor.

Se estamos falando de produção, não excluímos a extração e o processamento da matéria-prima. Isso significa que, por exemplo, se um negócio trabalha com tecidos de móveis, ele está dentro da indústria moveleira.

Enquanto isso, outros negócios da indústria têxtil ficam no meio do caminho. Fábricas de veludo, que pode ser usado para roupas ou móveis, se situam onde no mercado? Em ambos.

Como em qualquer outra indústria, para fazer parte, o ideal é que você use seus conhecimentos e talentos no trabalho

A evolução da indústria moveleira

O único motivo para dizermos que a indústria moveleira iniciou pelo século 18 e não antes é a Revolução Industrial ter acontecido só nessa época. Antes disso, é mais certo dizer que tínhamos manufatura ou artesanato moveleiro.

Afinal, desde quando o ser humano cria móveis? Bem, desde quando ele começou a usá-los. Ou seja, no dia em que a primeira pessoa trocou um tronco por um banco. Esse tipo de objeto surgiu em todas as culturas, pelo mundo todo.

A Revolução Industrial permitiu um boom nesse setor, assim como em outros tantos. Com ela, tornou-se possível produzir móveis a partir de máquinas, diminuindo tempo e esforço gastos. Reduziram-se os custos e aumentaram-se os lucros. Ainda, foi possível criar um padrão de qualidade nas fábricas.

A Segunda Revolução Industrial foi um catalisador dessas operações. Com avanços na tecnologia e linha de montagem, se tornou possível produzir móveis em massa. Mais pessoas puderam entrar nesse setor, inclusive nas vendas de produtos de terceiros.

Já a Terceira Revolução Industrial expandiu as funcionalidades. A inserção de chips e controles digitais transformou os móveis quase que em eletrodomésticos. Uma empresa pode vender sofás com caixa de som, frigobar e controle de TV embutido.

Por fim, a Quarta Revolução Industrial. Nessa, que é a que vivemos, se vê principalmente a aplicação da internet das coisas, um conceito que exploraremos melhor à frente. Mas, basicamente, hoje em dia dá para conectar tudo à internet.

Evolução da indústria moveleira

Tendências e tecnologia na indústria moveleira

Saber o que esperar no futuro se tornou mais fácil com a tecnologia. É possível calcular comportamentos e prever para onde a humanidade e o mercado estão caminhando.

Ainda assim, saiba que é preciso se manter atualizado sobre as tendências. Um exemplo é a pandemia de 2020, que trouxe exigiu o distanciamento social. E isso impactou a indústria moveleira, pois agora havia uma demanda por móveis ergonômicos para home office.

Nesse sentido, há 8 tendências que toda indústria moveleira precisa conhecer:

Indústria 4.0

Esse é o conceito base que norteia a maior parte das tendências da indústria moveleira, assim como as de outros setores. A Quarta Revolução Industrial abraça a ideia de fábricas inteligentes.

Isso é, empresas que funcionam em ambientes híbridos digital-físico, descentralizam decisões e até mesmo utilizam versões virtuais do mundo para visualizar resultados de decisões. E isso vale também para os produtos que se criam.

Eles geralmente estão ligados a uma experiência híbrida digital-física, conectados à Internet das Coisas e processam e guardam dados nas nuvens. O objetivo é aumentar a produtividade e a eficiência dos processos.

Impressão 3D

Produtos artesanais sempre terão lugar no coração e na casa de muita gente. Mas é inegável que as indústrias buscam por produções em massa cada vez mais eficientes. Isso significa diminuir e otimizar etapas de processos, assim como uso de máquinas e matéria-prima.

As impressoras 3D já estão presentes até na casa de pessoas com baixo ou médio poder aquisitivo. Se há quem use a máquina para produzir colecionáveis ou decorações para aquário, é evidente que ela consegue impactar a indústria moveleira.

Ah, e esse modelo de produção não serve apenas para materiais sintéticos. Já existem móveis sendo impressos com fibra de madeira. Assim, é possível ter uma produção ecológica e que mantenha estética natural e/ou rústica.

Internet das Coisas

Internet das Coisas é um conceito que implica os elementos ao seu redor estarem conectados entre si e à rede mundial de computadores. Isso inclui até mesmo os móveis de uma casa. E não, não estamos confundindo mobília com eletrodomésticos. Estamos falando de camas e balcões de madeira também!

Começando pelo exemplo futurista, você conhece a The Ori? É uma empresa de robótica americana que criou móveis que se movem sozinhos. Dessa forma, com aplicativos ou por processos automáticos, a casa se adapta às necessidades que o morador tem naquele momento.

Atualmente, algumas camas podem se conectar a despertadores. Assim, elas mesmas acordam você na hora que precisar. E isso é feito através da conexão do móvel e do celular à internet.

Por fim, há o exemplo de cabeceiras com carregador por contato. Basta colocar o tablet ou telefone na superfície e a bateria começará a carregar.

Big Data

Big Data é a área da informática que estuda obtenção, tratamento e análise de grandes conjuntos de dados. Por exemplo, a forma com que a Netflix trata o histórico dos espectadores para entender as preferências pessoais de um indivíduo ou um grupo. Assim, consegue oferecer filmes e séries mais adequados para os seus clientes.

Acompanhar o comportamento do público é essencial para qualquer setor. Uma fábrica de móveis que detenha domínio sobre Big Data consegue prever tendências com até um ano de antecedência

Inteligência Artificial

Se é possível conectar seus móveis à internet, integrar Inteligência Artificial não é difícil. Porém, todos esses conceitos sobre ambientes virtuais ainda estão se tornando uma realidade. Logo, aqui há uma grande oportunidade de investimento.

O empreendedor que conseguir ligar sofá, tecnologia e público de médio ou baixo poder aquisitivo, vai vender muito. A bússola da inovação existe, mas o mapa ainda está sendo desenhado.

Consciência ambiental

Em paralelo aos eletrônicos, há uma movimentação também na consciência ambiental. A extração de ferro e silício, assim como de madeiras raras, pode afetar muitas vendas. As pessoas estão cada vez mais exigentes com empresas que respeitem a natureza.

Porém, também dá para alinhar os conceitos. Se você usar fibras de reciclagem para produzir móveis em impressoras 3D, já causará um grande impacto. A melhor forma de aplicar esse conceito dependerá da sua criatividade.

Ainda que você se mantenha no uso das matérias-primas tradicionais, repense suas etapas de produção. Só de evitar desperdício de tecido sua empresa já estará cooperando com o planeta.

Planeje, crie e gradue moldes direto no computador com poucos cliques. Use a Audace Moldes.

Home Office

A pandemia que começou em 2020 acelerou uma tendência antiga. Trabalhar em casa se tornou o novo normal. Tanto colaboradores quanto empresários abandonaram o escritório e fazer móveis para essa realidade é uma tendência do setor.

Até pouco tempo atrás, as pessoas se viravam com o que tinham. Mas cadeiras ergonômicas, armários que aproveitam espaços e móveis multiuso estão cada vez mais requisitados. Estudar e responder às novas necessidades dará muitas oportunidades de vendas para os poucos que seguirem nossa dica.

Ciclo de produção integrado

Na indústria moveleira, poucas empresas já aderiram à integração das etapas de produção. Na moda, alguns já aplicam e servem como exemplo para mostrar essa diferença.

Ao integrar seus ciclos, todos os profissionais ficam cientes do andamento e das necessidades da produção. Isso economiza tempo e dinheiro da empresa.

Tenha controle sobre toda a produção de suas coleções. Conheça a Audaces Isa.

Essa integração só é possível com o uso de plataformas adequadas. É preciso contar com um sistema que conecte todas as etapas. Ou seja, desenho técnico, ambiente virtual de teste, planejamento de mapas de coleção, criação, graduação e digitalização de moldes, encaixe e, por fim, a produção do móvel.

Tecnologias usadas na indústria moveleira

Como é composta a indústria moveleira no Brasil?

A receita da indústria moveleira alcançou R$ 5 bilhões em janeiro de 2021 no Brasil, segundo a Abimóveis. O mercado moveleiro nacional está bem aquecido e quem tiver criatividade consegue conquistar seu público.

Há espaços a serem conquistados e outros muito concorridos. Mas, ao estudar tendências e oportunidades de negócios, você encontrará um lugar para investir. Dessa forma, contribuirá para que essa indústria gere ainda mais empregos. Para se ter uma ideia, 3,3% dos trabalhadores brasileiros estão no setor moveleiro.

Qual é o maior polo moveleiro do país?

A maior movimentação da indústria moveleira de 2021 foi de US$ 75,1 milhões. Esse foi o valor que atingiu o polo moveleiro de Bento Gonçalves, que envolve a cidade homônima e os municípios de Monte Belo do Sul, Santa Tereza e Pinto Bandeira. Inclusive, o valor foi 57,9% maior do que em 2020, mostrando um mercado ainda em expansão.

Como a tecnologia da Audaces pode melhorar a indústria moveleira?

A Audaces 360 é um conjunto de soluções de tecnologia para a indústria moveleira, calçadista e de moda. É possível ter mais controle e assertividade nas suas coleções com os nossos softwares. Não desperdice mais tempo, dinheiro ou tecido.

Entre os benefícios, estão:

  • Gerenciar, organizar e planejar coleções de sucesso;
  • Criar com ficha técnica e pré-custo automatizados;
  • Desenvolver modelos com tecnologia 4.0;
  • Criar moldes e gradação direto no computador;
  • Conquistar o aproveitamento máximo das suas matérias-primas;
  • E muito mais!

Entre na indústria moveleira com assertividade. Faça agora o teste grátis do Audaces 360.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Gostou deste artigo? Compartilhe

Buscando por algo?
Pesquisar

Mais Recentes

Costura digital em software de moda

6 benefícios da costura digital para aplicar na sua confecção

A costura digital revoluciona a moda com tecnologia e eficiência na produção de vestuário. Descubra como agora!
como trabalhar com moda: mulheres em ambiente de trabalho fashion

Conheça as oportunidades de carreira na moda e saiba qual seguir

Criatividade, técnica e influência são essenciais para quem deseja saber como trabalhar com moda. Explore os bastidores deste universo!
Mulher crando desenhos rápidos de forma tecnológica

Por que fazer desenho rápido para suas coleções de moda?

Os desenhos rápidos de moda são essencial para inovação e eficiência na criação de coleções, adaptando-se às demandas do mercado. Saiba mais!

Tire suas dúvidas e saiba como ter a sua confecção de moda própria

6 cursos de modelagem que vão ajudar a melhorar seu desempenho

Confira a tabela de composição dos tecidos e conheça os mais utilizados

Conheça a multissolução Audaces360 e otimize a sua produção desde já!

Entenda o cenário atual e como se manter competitivo no mercado da moda

sobre o autor
Audaces
sobre o autor
Audaces

Artigos relacionados

Costura digital em software de moda

6 benefícios da costura digital para aplicar na sua confecção

A costura digital revoluciona a moda com tecnologia e eficiência na produção de vestuário. Descubra como agora!
como trabalhar com moda: mulheres em ambiente de trabalho fashion

Conheça as oportunidades de carreira na moda e saiba qual seguir

Criatividade, técnica e influência são essenciais para quem deseja saber como trabalhar com moda. Explore os bastidores deste universo!
Mulher crando desenhos rápidos de forma tecnológica

Por que fazer desenho rápido para suas coleções de moda?

Os desenhos rápidos de moda são essencial para inovação e eficiência na criação de coleções, adaptando-se às demandas do mercado. Saiba mais!