Campanha Outubro Rosa: quando a prevenção entra na moda9 min read

Sumário:

A cor rosa, para a psicologia das cores, tem o toque de ação do vermelho, mas suavizado com a pureza do branco, o que resulta em sentidos como amor incondicional e acolhimento. De fato, o rosa é feminino e romântico, trazendo a vibração do amor e da gentileza. No mês de outubro, contudo, essa cor ganha significâncias mais profundas. A cor nos inspira ao autocuidado e se torna símbolo internacional da Campanha Outubro Rosa, de prevenção ao câncer de mama.

A Campanha Outubro Rosa acontece no mundo todo e nos convida a conversar sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama. Para conscientizar é importante vencer tabus, ampliar as informações, proporcionar maior acesso aos serviços de diagnóstico e tratamento, buscando reduzir a mortalidade.

O assunto é sério. O câncer de mama representa o mais incidente sobre as mulheres no planeta. Só no Brasil estima-se que em 2020 serão diagnosticados 66.280 novos casos de câncer de mama, de acordo com o Instituto Nacional de Câncer (INCA).

A boa notícia é que quando diagnosticados logo no início, 95% dos casos têm possibilidades de cura. Daí a importância da detecção precoce da doença, ou seja, diagnosticá-la o mais cedo possível.

Dicas para a detecção precoce

As dicas para a detecção precoce, segundo o Instituto Oncoguia e reforçadas pela Campanha Outubro Rosa, são as seguintes:

  • Realizar exame clínico das mamas de forma anual a partir dos 40 anos. Esse exame é realizado pelo médico, portanto é muito importante fazer consultas preventivas a um ginecologista anualmente.
  • Rastreamento através de mamografias de forma anual a partir dos 40 anos.
  • Autoconhecimento das mamas.

O autoconhecimento das mamas ou breast awareness, como é conhecido em inglês, é um conceito que vem ampliar a ideia do autoexame. Significa estar consciente sobre a saúde das mamas, ou seja, conhecer o próprio corpo e perceber mudanças nas mamas que são habituais e quais não são.

A orientação dada pelo INCA é que as mulheres devem observar e apalpar suas mamas sempre que sentirem confortáveis para isso, mas sem a necessidade de aprender uma técnica de autoexame ou de seguir uma regularidade arbitrária. Quando encontrar alguma alteração suspeita, a mulher deve procurar um médico sem demora.

Em 2020…

A novidade na Campanha Outubro Rosa de 2020 é que muitas organizações perceberam que é preciso falar não apenas com as mulheres.

Nesse sentido, a FEMAMA (Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama) batizou sua ação de “3 perguntas que salvam”, convocando familiares, amigos e a sociedade inteira na conversa sobre esse assunto.

A médica mastologista Maira Caleffi, presidente voluntária da instituição, explica que a campanha deste ano surgiu ao perceberem que “a mulher cuida da família, dos amigos e esquece de olhar para si”. A ideia, então, é envolver as pessoas ao redor dessa mulher e, através de três perguntas informais, tentar levá-la a agir:

  1. Você tem observado suas mamas?
  2. Você já marcou seus exames anuais?
  3. Você conhece seus fatores de risco?

São perguntas simples, mas que demonstram preocupação e, com isso, podem salvar uma vida!

E os homens com isso?

Embora a incidência de câncer de mama nos homens seja raro, representando apenas 1% do total de casos, a conversa sobre o assunto também envolve o sexo masculino. Afinal, eles também têm mães, amigas, namoradas, esposas, companheiras, filhas que podem se beneficiar com seu apoio.

Pensando nisso a Liga Colombiana Contra o Câncer sugeriu o tema Juntos Somos Mais Fortes para a Campanha Outubro Rosa deste ano. A ação coloca os homens também como envolvidos na luta contra o câncer de mama.

Cartaz campanha Outubro Roda - Juntos Somos Más Fuertes
Cartaz da campanha de conscientização da Liga Colombiana Contra o Câncer ressaltando a importância da participação dos homens.

A American Cancer Society, por seu lado, criou a campanha Real Men Wear Pink, entendendo que o câncer de mama atinge a todos. O Embaixador Nacional da Campanha é o campeão mundial e lenda do Boxe Oscar de la Hoya. Desde que sua mãe faleceu vítima de câncer de mama, Oscar tem se comprometido a agir contra a doença, considerando essa a luta mais importante de sua vida.

Lenda do boxe Oscar de Hoya participa de Outubro Rosa
Lenda do boxe, Oscar de la Hoya é Embaixador Nacional da Campanha Real Men Wear Pink da American Cancer Society.

Campanha Outubro Rosa e a Moda

É claro que o mundo da moda também participa ativamente desse movimento de conscientização.

As grifes brasileiras Tufi Duek e Scarf Me, por exemplo, se uniram à campanha Feeling Pink. A colaboração entre as marcas resultou na criação limitada e exclusiva de 100 lenços. A cada lenço vendido uma mamografia é doada à ONG UNACCAM (União e Apoio no Combate ao Câncer de Mama).

A top model brasileira Isabeli Fontana é o rosto desta campanha, abrilhantando ainda mais a ação. A modelo, aliás, abriu mão de seu cachê como solidariedade ao movimento de conscientização.

Campanha Tufi Duek e Scarf Me para Outubro Rosa
Top model Isabeli Fontana fotografada por Gui Paganini para a campanha Felling Pink de apoio ao combate ao câncer de mama das grifes Tufi Duek e Scarf Me.

Já a marca brasileira de sapatos Grendha se associou à artista visual Vilma Kano para lançar a coleção Mais Rosa na Campanha Outubro Rosa.

A escolha da artista para essa ação é importante. Vilma iniciou sua carreira como artista plástica para custear o seu próprio tratamento de câncer de mama.

Hoje suas obras retratam momentos dessa luta. Vilma ainda fundou uma ONG com seu nome, que difunde informações e promove bem-estar e autoestima das mulheres pacientes de câncer de mama.

A parceria entre Vilma e a marca de sapatos resultou na criação de duas rasteiras inspiradas na história de vida da artista e na campanha #MinhaPrimeiraMamografia, com o objetivo de mostrar a importância do exame para o diagnóstico precoce.

Rasteira Grendha e Vilma Kano para Outubro Rosa
Rasteira criada pela artista Vilma Kano para marca Grendha como ação para a Campanha Outubro Rosa de 2020.

A marca italiana de lingerie Intimissimi e a marca brasileira de clean beauty Biossance também juntaram forças nesta campanha.

A parceria irá reverter 10% das vendas de kits específicos para a Campanha Outubro Rosa através da ONG Américas Amigas.

A arrecadação se converterá em procedimentos como mamografias, por exemplo, que auxiliam o diagnóstico precoce e o tratamento.

Lingerie da marca Intimissimi para a campanha Outubro Rosa
Linha Rosa da marca italiana Intimissimi com 10% da renda revertida para o combate ao câncer de mama.

Modelos de Coragem

Mas nem só de marcas de prestígio vivem as campanhas de conscientização do Outubro Rosa.

A voz de celebridades e modelos de sucesso também é fundamental para que se vença o preconceito e o medo que muitas mulheres têm de procurar o médico e fazer os exames que podem salvar vidas.

A modelo internacional e atriz Fernanda Motta é umas dessas vozes de coragem. Em fevereiro deste ano ela veio a público revelar a sua luta contra a doença. No seu Instagram ela abriu o jogo sobre a descoberta e o tratamento. “Decidi abrir meu coração para vocês”, afirma a modelo.

Ela conta que descobriu um nódulo no autoexame e atribui o sucesso de seu tratamento à descoberta precoce.

Sua mensagem de otimismo é para todos. “Cada indivíduo é único e encara de forma diferente, mas, a perseverança, a superação, o apoio e o amor vencem todo medo e te transformam em uma pessoa mais forte”. Sua mensagem termina com a frase: “Eu escolhi sorrir!”

Modelo Fernanda Motta em tratamento de câncer
Foto escolhida por Fernanda Motta para anunciar a seus seguidores que está em tratamento contra um câncer de mama. “Eu escolhi sorrir!”

Por sua vez, a apresentadora Ana Furtado é uma vencedora do câncer de mama. Por isso foi escolhida para ser a madrinha da campanha Outubro Rosa de 2020 no Rio de Janeiro. Sua presença como sobrevivente do câncer lembra de celebrar a vida e renovar a fé.

Encabeçada pela Fundação Laço Rosa, a abertura da campanha do Outubro Rosa contou, ainda, com o Cristo Redentor, símbolo da cidade do Rio de Janeiro, iluminado na cor rosa. Entre os objetivos deste ano, a campanha quer trazer consciência e diminuir as desigualdades de acesso ao tratamento de câncer.

Ana Furtado e Cristo Redentor na campanha Outubro Rosa
Ana Furtado é a madrinha da Campanha Outubro Rosa 2020 que teve ainda o Cristo Redentor iluminado em rosa.

Para além dessas mulheres famosas, há inúmeras outras modelos de coragem. São mulheres pacientes, sobreviventes, lutadoras e co-sobreviventes na luta contra o câncer de mama. Pensando nessas guerreiras, quase sempre anônimas, a Ford Motor Company criou a Warriors in Pink.

Trata-se de um sistema de apoio ativo para qualquer pessoa afetada pela doença. Para representar a coragem, o compromisso, a esperança na luta, as Models of Courage, nome dado pela Warriors in Pink a essas mulheres guerreiras, inspiram dias melhores com seus exemplos de vida.

Models of Courage
“Inspire Outros”. Carletta Cunningham, uma das Models of Courage da Ford Warriors in Pink.

E o que você pode fazer?

A primeira coisa a fazer é se perguntar: você tem cuidado da sua saúde? Caso a resposta seja afirmativa: Parabéns! Caso contrário, é hora de pensar em si e priorizar sua saúde. Lembre-se: cuidar-se é sempre a melhor opção!

Depois de cuidar de si é hora de refletir sobre as pessoas a seu redor. Você tem perguntado às pessoas que ama se elas têm se cuidado também? Incentivar quem você ama a se cuidar é um verdadeiro ato de carinho!

Caso você tenha passado pelo câncer de mama e já é uma vencedora: Parabéns! Com certeza sua história é inspiração para muitas outras pessoas!

Caso você ainda esteja passando pelo tratamento. Não desanime. Lembre-se de sorrir e valorizar cada minuto da sua preciosa vida!

Em todos esses casos você também é uma modelo de coragem.

Seja inspiração, seja audaciosa. Lembre-se que a moda é estar viva! A moda é ser VOCÊ!


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Gostou deste artigo? Compartilhe

Buscando por algo?
Pesquisar

Mais Recentes

como trabalhar com moda: mulheres em ambiente de trabalho fashion

Conheça as oportunidades de carreira na moda e saiba qual seguir

Criatividade, técnica e influência são essenciais para quem deseja saber como trabalhar com moda. Explore os bastidores deste universo!
Mulher crando desenhos rápidos de forma tecnológica

Por que fazer desenho rápido para suas coleções de moda?

Os desenhos rápidos de moda são essencial para inovação e eficiência na criação de coleções, adaptando-se às demandas do mercado. Saiba mais!
Peças de roupa em tons terrosos

Como tons terrosos têm se tornado destaque entre coleções de moda?

Da elegância atemporal à versatilidade vibrante, uma paleta que transcende estações e inspira criação. Saiba como usar os tons terrosos!

Tire suas dúvidas e saiba como ter a sua confecção de moda própria

6 cursos de modelagem que vão ajudar a melhorar seu desempenho

Confira a tabela de composição dos tecidos e conheça os mais utilizados

Conheça a multissolução Audaces360 e otimize a sua produção desde já!

Entenda o cenário atual e como se manter competitivo no mercado da moda

sobre o autor
Audaces
sobre o autor
Audaces

Artigos relacionados

como trabalhar com moda: mulheres em ambiente de trabalho fashion

Conheça as oportunidades de carreira na moda e saiba qual seguir

Criatividade, técnica e influência são essenciais para quem deseja saber como trabalhar com moda. Explore os bastidores deste universo!
Mulher crando desenhos rápidos de forma tecnológica

Por que fazer desenho rápido para suas coleções de moda?

Os desenhos rápidos de moda são essencial para inovação e eficiência na criação de coleções, adaptando-se às demandas do mercado. Saiba mais!
Peças de roupa em tons terrosos

Como tons terrosos têm se tornado destaque entre coleções de moda?

Da elegância atemporal à versatilidade vibrante, uma paleta que transcende estações e inspira criação. Saiba como usar os tons terrosos!