Audaces - Improve your design

Design de moda com foco em resultados para seu negócio

Ícone de Pesquisa

23/05/2016

Como fazer sutiã: aprenda a criar peças perfeitas

Greice Verrone

Designer de Moda

 

Normalmente a produção de sutiãs é feita sob um padrão entre a largura das costas e o tamanho do busto. Essa produção padronizada, que não leva em consideração a diversidade dos biotipos femininos, prejudica muito a mulher na hora de comprar um sutiã, que ela espera que seja confortável e tenha um encaixe perfeito nos seios. Para entender como fazer sutiã é preciso levar em consideração os diferentes biotipos que existem.

Primeiro passo de como fazer sutiã! Duas medidas devem ser consideradas, a das costas, logo abaixo do busto, e a circunferência, incluindo o busto. Também devem ser considerados os modelos dos bojos:

E o tamanho dos bojos, chamado de taças:

Taça A: para quem tem as costas mais largas que os seios, a taça é A. Um exemplo é uma pessoa que tem  costas tamanho 44 e seios tamanho 42. Seu tamanho será 44 A.

Taça B: para quem tem medida das costas e dos seios proporcionais, iguais. Assim, se as costas forem tamanho 44 e os seios 44, seu sutiã é o 44B.

Taça C: para quem tem costas mais estreitas que os seios, sendo que os seios possuem um número maior em relação às costas.

Um exemplo é quem tem costas número 44 e seios número 46.  O sutiã correto é o 44 C.

Taça D: para quem tem as costas mais estreitas que os seios, que são dois números maiores em relação ao tamanho das costas. Assim, quem tem costas tamanho 44 e seios tamanho 48 deve usar o sutiã 44 D.

Taça DD: para quem tem as costas mais estreitas que os seios, que são três números maiores em relação ao tamanho das costas. Um exemplo é quem tem costas tamanho 44 e seios tamanho 50.

Segundo passo de como fazer sutiã! Na criação das peças, tendo definidos a tabela de tamanhos, é hora de escolher os modelos que vão compor a coleção.

CLÁSSICO – O mais comum dos sutiãs é um sutiã básico em que a taça tem formato similar ao triangular, mas é mais angular e a parte central pode ser mais fina. É um modelo que pode ou não ter bojo e aro.

TOMARA-QUE-CAIA – Este modelo foi pensado para ser usado com peças também tomara-que-caia, ou em que as alças do sutiã não podem aparecer. Ele é projetado de forma a sustentar tudo sem ajuda de alças, que pode ser encontrado com ou sem bojo e aro, e também pode ser confeccionado com barbatanas laterais nos tamanhos maiores, para auxiliar na sustenção.

Meia taça – O sutiã meia-taça é aquele em que a taça ou o bojo cobre ¾ do seio, ou seja, é mais cavado. Deve ser confeccinado com aro. Existe um modelo similar, o balconê, que tem decote mais cavado e as alças mais separadas.

BRALETTE – Esse modelo se assemelha a um top, só que próprio para sobreposição, Pode ser feito em renda ou em tecidos lisos, não tem bojo nem aro.

NADADORA peça tem as costas no formato de Y, de onde saem as alças, e o fecho pode ser na frente para facilitar na hora de vestir.

FRENTE-ÚNICA – Tem uma tira que passa atrás do pescoço, o fechamento pode ser frontal ou traseiro e pode ser confeccionado com ou sem bojo.

É possível confeccionar lingerie com todo tipo de tecido, mas em geral o melhor resultado se dá usando tecidos que tenham elastano na composição, de pelo menos 5%. Assim, as palas dos sutiãs ficam mais elásticas e vestem melhor, proporcionando maior conforto.

 

Os bojos (ou copas) dos sutiãs podem ser de tecido elástico ou não, depende do uso.

Para os tamanhos grandes, que precisam de sustentação, o ideal é usar o bojo de tecido sem elastano, como rendas rígidas, laise de algodão, tecidos bordados, cetim etc. Assim, o tecido ajuda a segurar o peso dos seios e também a não sobrecarregar o peso nas alças.

 

E para os tamanhos pequenos ou médios, que não precisam de tanta sustentação: como fazer sutiã? Ele pode ser todo de tecido com elastano, como malhas de algodão ou poliamida, bastante confortáveis!

 

Pra finalizar, é importante saber que hoje em dia existem tecidos tecnológicos que podem ser usados na confecção de peças íntimas e que NÃO DÃO ALERGIA, e poliamidas que trocam calor com o corpo (ou seja, não ensopam com a umidade do calor) e por isso não permitem a proliferação de bactérias.

 

Viu como fazer sutiã não é difícil?! Baixe aqui o e-book gratuito sobre tecidos tecnológicos e aprenda mais.

 

Bibliofrafia:

Apsan, Rebeca – The Lingerie Handbook

 

Leia também:

Como fazer uma saia nesgada ou em panos

Como fazer a modelagem de uma manga tulipa

Roupas de compressão: você precisa conhecer

Uma resposta para “Como fazer sutiã: aprenda a criar peças perfeitas”

  1. Ivanilta disse:

    desejo participar desse aprendisado

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Você também pode gostar de ler:

Novembro Azul

30/11/2020

Novembro Azul: A cor da moda para os homens

Escrito por Audaces

produto-de-moda-desenvolvimento-industria-4.0-audaces

24/11/2020

Como aperfeiçoar o produto de moda com tecnologias da Indústria 4.0

Escrito por Audaces

indústria têxtil

24/11/2020

Indústria têxtil: matérias-primas podem ser naturais e químicas?

Escrito por Audaces