Saiba tudo o que mudou no trabalho do modelista ou pattern maker5 min read

Sumário:

O modelista, ou pattern maker, é uma das figuras profissionais mais importantes dentro de uma empresa de moda, desempenhando o papel, muitas vezes complicado, de transformar os esboços e as ideias dos estilistas em peças de roupa reais.

A profissão de pattern maker tem origens bem antigas, ligadas às oficinas artesanais do passado, e ao longo das décadas evoluiu até se transformar em um trabalho completo, com facetas e habilidades em diversos âmbitos. Falaremos disso no decorrer deste artigo.

A evolução do pattern maker

No âmbito da cadeia de produção de roupas, o modelista é a figura que cria o molde físico da peça a ser confeccionada, ou melhor dizendo, dos diversos pedaços de molde que irão compor o produto final.

Se antigamente já era suficiente possuir habilidades em desenho 2D, hoje, para que o pattern maker desempenhe este trabalho, ele precisar adquirir competências das mais variadas.

A figura do modelista de roupas se tornou, portanto, muito mais complexa e deve desenvolver uma série de habilidades indispensáveis para que possa realizar da melhor maneira suas tarefas. Ele pode ser considerado uma espécie de elo entre o departamento criativo dos estilistas e o departamento de produção. E para ser capaz de se comunicar com ambos, precisa entender a fundo as necessidades, as exigências e o trabalho em si.

Ambiente de trabalho de um profissional modelista ou pattern maker.

As competências necessárias atualmente

Aqui vão as razões pelas quais são exigidas competências variadas a este profissional. Vejamos mais sobre elas na sequência.

O modelista ou pattern maker, antes de tudo, deve possuir uma certa sensibilidade para as formas e conseguir compreender de maneira aprofundada as regras de simetria, imagem e cores, além de ser dotado de um senso estético apurado. Conhecimentos profundos em termos de matemática e geometria não podem faltar, assim como a paixão pelo mundo da moda, estando sempre atualizado sobre as tendências do momento.

Estes elementos são o ponto de partida imprescindível para que ele consiga interpretar da melhor maneira as ideias criativas dos estilistas e torná-las reais, criando assim as condições ideias para o sucesso das coleções.

A estes conhecimentos de base, adicionamos as verdadeiras habilidades técnicas de modelagem e desenho 2D, mas não apenas isso: também a capacidade de reconhecer e utilizar os diversos tecidos e a consciência – pelo menos teórica – das técnicas de corte e montagem.

Isso permite ao modelista ou pattern maker projetar e executar traços e modelos adequados, e desenvolver diversos tamanhos e encaixes, que posteriormente irão passar pelas fases sucessivas de confecção.

Normalmente, de fato, os moldes devem ser produzidos em materiais e tamanhos diversos, resultando em um ajuste perfeito ao corpo, e é tarefa do pattern maker identificar e utilizar o tecido correto para cada modelo.

Modelista ou pattern maker criando molde manual com auxílio de régua.

Junto com as técnicas tradicionais, como a confecção de moldes em papel, um modelista de roupas deve saber enfrentar as mudanças da indústria da moda, cada vez mais rápidas e inovadoras, e responder a necessidades de clientes muito mais exigentes.

A relação entre pattern maker e tecnologia

A Indústria 4.0 trouxe em primeira mão conceitos-chave, como a automação e a integração, que podem trazer uma melhora significativa também ao trabalho do modelista, em termos de qualidade e velocidade de execução.

A rapidez é um dos principais desafios do setor fashion nos últimos anos e é talvez a característica que mais o diferencia em relação ao passado.

Se antigamente o número de peças e de coleções a se produzir durante um ano eram limitadas, hoje se exige uma capacidade de produção realmente maior. Os clientes finais esperam uma infinidade de opções, e os lojistas, para não desagradarem seu público, devem responder a essa demanda oferecendo dentro dos e-commerces novas coleções cápsula com uma frequência cada vez maior.

Por isso, hoje o modelista não pode deixar de possuir conhecimentos em softwares CAD/CAM: o primeiro para a projetação e o segundo para a fabricação dos moldes no computador. Estes programas permitem aumentar muito a velocidade de realização dos processos, para responder melhor às exigências do mercado.

Embora o trabalho do modelista exija manter uma base sólida de costura para que ele possa, portanto, manusear e trabalhar adequadamente as peças-piloto, ele também deve ser capaz de evoluir e se adaptar às tecnologias mais inovadoras disponíveis hoje para este setor específico.

Uma delas é, sem dúvida, a suíte Audaces360, projetada especificamente para atender aos desafios do mundo da moda, trazendo integração e automação do ciclo de produção para um nível mais alto. Não só a criação de testes e moldes em papel, mas todas as etapas do processo podem ser visíveis e gerenciáveis através de uma única plataforma, de forma simples e intuitiva.

Se você quiser experimentar os recursos e tecnologias do Audaces360, agende uma demonstração gratuita clicando aqui. Estamos à sua disposição!

Se você quiser saber mais sobre a multissolução Audaces360 e todos os sistemas que a compõem, baixe nosso ebook gratuito preenchendo o formulário abaixo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Gostou deste artigo? Compartilhe

Buscando por algo?
Pesquisar

Mais Recentes

Pessoa desenhando em computador, enquanto outras fazem desenho a mão

Como usar Inteligência Artificial para criar desenho de moda?

Sugestões rápidas, insights precisos e personalização para clientes exigentes. Como utilizar Inteligência Artificial para desenho de moda? Leia!
Mulher utilizando o fashion PLM Audaces Isa

O que sua confecção tem a ganhar integrando PLM e ERP?

Como a integração de sistemas como PLM e ERP impulsiona a eficiência e competitividade na moda, garantindo sucesso a longo prazo. Descubra!
Probador virtual en Shape U: guía de ropa para vender en línea

Guia prático para vender roupas online e ter mais sucesso

Para vender roupas online você precisa de estratégias. Por este motivo criamos um guia que ajudará seu e-commerce. Leia e saiba como!

Tire suas dúvidas e saiba como ter a sua confecção de moda própria

6 cursos de modelagem que vão ajudar a melhorar seu desempenho

Confira a tabela de composição dos tecidos e conheça os mais utilizados

Conheça a multissolução Audaces360 e otimize a sua produção desde já!

Entenda o cenário atual e como se manter competitivo no mercado da moda

sobre o autor
Audaces
sobre o autor
Audaces

Artigos relacionados

Pessoa desenhando em computador, enquanto outras fazem desenho a mão

Como usar Inteligência Artificial para criar desenho de moda?

Sugestões rápidas, insights precisos e personalização para clientes exigentes. Como utilizar Inteligência Artificial para desenho de moda? Leia!
Mulher utilizando o fashion PLM Audaces Isa

O que sua confecção tem a ganhar integrando PLM e ERP?

Como a integração de sistemas como PLM e ERP impulsiona a eficiência e competitividade na moda, garantindo sucesso a longo prazo. Descubra!
Probador virtual en Shape U: guía de ropa para vender en línea

Guia prático para vender roupas online e ter mais sucesso

Para vender roupas online você precisa de estratégias. Por este motivo criamos um guia que ajudará seu e-commerce. Leia e saiba como!

Newsletter

Receba conteúdos e novidades Audaces Artigos, tutoriais e materiais educativos, enviados para seu inbox.

Ao cadastrar, você aceitará nossas Política de Privacidade

Newsletter

Receba conteúdos e novidades Audaces Artigos, tutoriais e materiais educativos, enviados para seu inbox.

Ao cadastrar, você aceitará nossas Política de Privacidade