Dicas fundamentais para uma boa administração em confecções de roupas7 min read

Sumário:

Todo gestor de moda já repensou pelo menos alguma vez sobre seus métodos e táticas para o gerenciamento de sua confecção. E esse é um processo recorrente e que cumpre muitos propósitos eficazes no que diz respeito ao gerenciamento de coleções, times e etapas do processo produtivo de coleções.

Otimizar uma confecção de roupas, além de exigir visão estratégica e um bom direcionamento, também significa ter de conciliar as expectativas da alta gestão e de todo o time de produção — estilistas, modelistas, costureiras e todos os profissionais envolvidos na cadeia de confecção.

Além disso, eliminar custos invisíveis, otimizar a rotina de produção, aumentar a produtividade sem comprometer a harmonia da equipe, evitar desperdícios, diminuir custos e aumentar a lucratividade… tudo isso são questões que um gestor precisa lidar e, felizmente, para todas elas existem soluções adequadas e tecnológicas.

O blog da Audaces, especialista em gestão na confecção de moda, preparou algumas dicas essenciais para uma boa administração. Acompanhe a leitura e saiba tudo sobre o assunto:

O papel do gerente na confecção

Uma das profissões cada vez mais necessárias na indústria fashion, o gestor da confecção é a pessoa responsável por supervisionar a execução do calendário da coleção, o que significa, basicamente, que o gerente é quem garante que todos os processos aconteçam de forma organizada e dentro dos prazos.

De forma geral, são atribuições do gestor de moda:

  • Acompanhar as coleções desde o planejamento até a distribuição;
  • Supervisionar a qualidade das fichas técnicas;
  • Avaliar os custos, quantidades e outras questões financeiras juntamente com o time financeiro;
  • Garantir a execução do calendário da coleção, evitando atrasos e perdas em vendas;
  • Montar novas estratégias para a gestão e otimização da performance dentro da confecção;
  • Gerenciar os times durante todos os processos.

Além dessas, ser responsável pelo gerenciamento de uma confecção também exige outras ações por parte dos gerentes, especialmente aquelas voltadas à capacidade de traçar soluções rápidas para eventuais problemas, evitar desperdícios e retrabalhos e manter a fluidez no trabalho de todos os setores.

Quais as vantagens de uma administração eficiente?

Naturalmente, ser o(a) responsável por tantas atribuições torna-se mais difícil à medida em que a confecção cresce ou não possui processos satisfatoriamente organizados. No entanto, vale ressaltar que, apesar de ser a pessoa encarregada de assegurar padrões de qualidade e produtividade, nem todos os problemas de gestão são exclusivamente causados pelo gerente de produção.

Porém, é papel de quem exerce a função pensar em soluções ágeis e assertivas (junto aos setores de operação e logística, até mesmo a presidência) para que a cadeia produtiva mantenha-se operante, gerando os resultados previstos — e dentro do prazo.

Quando esses fatores estão alinhados, a organização da confecção de roupas torna-se muito mais assertiva, gerando benefícios como:

  • Queda no número e gravidade de retrabalhos;
  • Diminuição nos custos de produção e preço por peça;
  • Maior lucratividade das coleções;
  • Integração entre os setores, que operam harmonicamente e dentro do prazo;
  • Cumprimento do cronograma de execução das atividades;
  • Aumento da produtividade e nível de competitividade da empresa.

Como atingir esses resultados é uma dúvida complexa e cuja resposta é bastante específica, dependendo das características da sua confecção. Fatores como quantidade de funcionários, número de setores, tamanho da confecção, quantidade de peças/coleções desenvolvidas e muitos outros entram em questão.

Porém, algumas ações, independentemente desses fatores, são fundamentais para uma boa gestão de confecção. Quer saber quais? Veja a seguir:

4 dicas para uma boa gestão de coleções de moda

Agora que você já sabe em quais aspectos o gerenciamento deve atuar e quais os benefícios de uma gestão otimizada, confira as dicas que o blog Audaces preparou para a organização da sua confecção:

1. Identifique as falhas na cadeia produtiva

A primeira dica, apesar de parecer óbvia, está relacionada a um processo-base em termos de gerenciamento de cadeia produtiva. A identificação de falhas é um dos atributos essenciais de todo gerente, mas que, muitas vezes, acaba-se perdendo em meio a tarefas mais complexas e que exigem mais do profissional.

Lidar com questões orçamentárias, prazos, fichas técnicas e afins são tarefas que acabam sendo preferidas quando comparadas, por exemplo, com a checagem de moldes e a quantidade de retalhos que eles geram, ou o número de pequenos retrabalhos que acontecem durante a confecção.

Nesse sentido, nossa recomendação é que, etapa a etapa, os processos sejam revisados e supervisionados para que seja possível entender quais os aspectos precisam ser otimizados e até mesmo repensados.

2. Invista em tecnologias especializadas

Na era digital, compartilhar informações deixa de ser uma exclusividade dos setores de tecnologia e incorporam-se à indústria da moda em ritmo cada vez mais acelerado — e para grande benefícios do setor.

Soluções tecnológicas geradas por meio de dados precisos e compartilhados com toda a confecção são soluções altamente eficazes para uma produção otimizada, além de oferecerem recursos especificamente voltados para a gestão.

O chamado fashion PLM (gerenciador do ciclo de vida do produto) é composto por softwares de gestão específicos para as necessidades de cada confecção. Hoje já existem no mercado soluções que vão desde o gerenciamento de coleções, a otimização de moldes para evitar desperdícios e soluções que possibilitam o gerenciamento de ponta a ponta, fornecendo uma visão de 360 graus da empresa.

Trata-se de uma solução viável para aqueles que buscam integrar-se à Indústria 4.0 e avançar mais na integração total entre os setores da confecção.

audaces-isa-gerenciador-de-colecoes-audaces
Gerenciador de coleções Audaces ISA

3. Busque a integração com outros setores

Esta é uma dica relativamente simples, mas muito eficiente. Nenhuma confecção possui setores independentes — aliás, uma das especificidades da indústria da moda é justamente o trabalho sequencial (estilo, modelagem, confecção), ou seja, é preciso que todos os setores trabalhem em conjunto para garantir um resultado final satisfatório.

Com isso em mente, nossa dica é caminhar em direção à integração entre os times, aproximando-os das rotinas, necessidades e prazos uns dos outros, o que acaba por aumentar a consciência não só sobre o processo como um todo, mas também sobre os problemas e possíveis soluções.

4. Revise as políticas empresariais

Apesar de não envolver necessariamente a parte da gestão, as políticas empresariais representam um grande aliado para os que objetivam uma confecção bem administrada. Isso porque elas representam o mindset que norteia a entidade em muitos aspectos, inclusive os relacionados ao gerenciamento.

Um exemplo disso são as empresas que possuem políticas de sustentabilidade e trabalham para diminuir os desperdícios (e os retrabalhos ou processos falhos que geram desperdícios) ou que são voltadas ao desenvolvimento tecnológico, o que facilita a introdução de um fashion PLM que, como vimos, é uma ótima solução de gerenciamento.

Por esses motivos, nossa dica final é estudar, junto à alta gerência e o CEO, as políticas empresariais da confecção, o que pode não representar mudanças consideráveis a curto prazo, mas que, com o passar do tempo, é uma das formas mais eficientes de promover mudanças.

Quer se aprofundar mais no universo da gestão de confecções? Preparamos um guia com as principais ferramentas de gestão que você precisa conhecer! Assine nossa newsletter e não perca nenhuma atualização do blog Audaces.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Gostou deste artigo? Compartilhe

Buscando por algo?
Pesquisar

Mais Recentes

como trabalhar com moda: mulheres em ambiente de trabalho fashion

Conheça as oportunidades de carreira na moda e saiba qual seguir

Criatividade, técnica e influência são essenciais para quem deseja saber como trabalhar com moda. Explore os bastidores deste universo!
Mulher crando desenhos rápidos de forma tecnológica

Por que fazer desenho rápido para suas coleções de moda?

Os desenhos rápidos de moda são essencial para inovação e eficiência na criação de coleções, adaptando-se às demandas do mercado. Saiba mais!
Peças de roupa em tons terrosos

Como tons terrosos têm se tornado destaque entre coleções de moda?

Da elegância atemporal à versatilidade vibrante, uma paleta que transcende estações e inspira criação. Saiba como usar os tons terrosos!

Tire suas dúvidas e saiba como ter a sua confecção de moda própria

6 cursos de modelagem que vão ajudar a melhorar seu desempenho

Confira a tabela de composição dos tecidos e conheça os mais utilizados

Conheça a multissolução Audaces360 e otimize a sua produção desde já!

Entenda o cenário atual e como se manter competitivo no mercado da moda

sobre o autor
Audaces
sobre o autor
Audaces

Artigos relacionados

como trabalhar com moda: mulheres em ambiente de trabalho fashion

Conheça as oportunidades de carreira na moda e saiba qual seguir

Criatividade, técnica e influência são essenciais para quem deseja saber como trabalhar com moda. Explore os bastidores deste universo!
Mulher crando desenhos rápidos de forma tecnológica

Por que fazer desenho rápido para suas coleções de moda?

Os desenhos rápidos de moda são essencial para inovação e eficiência na criação de coleções, adaptando-se às demandas do mercado. Saiba mais!
Peças de roupa em tons terrosos

Como tons terrosos têm se tornado destaque entre coleções de moda?

Da elegância atemporal à versatilidade vibrante, uma paleta que transcende estações e inspira criação. Saiba como usar os tons terrosos!