Audaces - Improve your design

Design de moda com foco em resultados para seu negócio

Ícone de Pesquisa

28/08/2014

Livro narra a trajetória de Conrado Segreto

2 min

 

Por Eduardo Vilas Bôas
Professor de Moda do Senac SP

 

Conrado Segreto nasceu em 1960, foi um dos mais aclamados estilistas do Brasil no fim dos anos 80 e início dos 90. Ao lado dos costureiros José Nunes, Fernando José e Ugo Castellana, formou o famoso quadrilátero da “Alta Costura Paulistana”.

 

 

 

 

 

Iniciou sua carreira aos 29 anos passando desde a assistência à estilista Gloria Coelho ao lendário desfile na Casa Rhodia, em 1989. Integrou a Cooperativa de Moda junto a Walter Rodrigues, Jum Nakao e Marita de Dirceu, e passou pelo Studio Berçot, de Marie Rucki, em Paris. Na década em que o exagero predominava, a Alta Costura legítima apontava seus primeiros sinais de decadência e o minimalismo japonês despontava, Segreto destoava no mercado ao evocar uma mulher luxuosa e delicada, clássica e irreverente.

Durante sua meteórica carreira realizou apenas quatro desfiles (Casa Rhodia, Faap, Museu do Ipiranga e Casa Manchete), pois morreu jovem, aos 32 anos (em 1992), em decorrência da AIDS. Mas isso não impediu que seu nome ficasse marcado na história da moda brasileira. O estilista Tufi Duek declarou no programa Roda Viva, da TV Cultura, em janeiro de 2013, que Segreto "era um talento. Se ele estivesse vivo, teria uma carreira internacional fácil!".

A crítica de moda Regina Guerreiro foi outra a sucumbir ao talento de Segreto. “Quando Conrado Segreto apareceu pela primeira vez na minha sala e na minha vida, meu olho arregalou, meu coração acelerou, tudo porque… ah, enfim, até que enfim algo emocionante estava me acontecendo: aquele menino topetudo, olho vivo, gesto ansioso, tão ansioso que sem querer deixou que todos os seus desenhos escapassem de sua pasta e fossem parar no chão. Eu, mais ansiosa ainda, acabei de joelhos, na pressa de poder ver logo tudo”.

Essas afirmações sobre Conrado estão contidas no livro “Conrado Segreto – Moda e Paixão” (200 páginas, Luste Editores), que homenageou o talento deste estilista brasileiro nos 20 anos de sua morte, celebrados ano passado.
 

 

Num país com pouca memória de moda, essa obra veio a enriquecer as fontes de estudos. Além de croquis, fotos e textos, o livro traz depoimentos de vários ícones da moda, como Costanza Pascolato, Gloria Coelho, Giovanni Frasson, Walter Rodrigues, Claudia Liz e Patrícia Carta. Vale a leitura!

Assista a coletânea dos quatro desfiles de Conrado Segreto:
 

 

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Você também pode gostar de ler:

Bailarina Ingrid Silva gestante

07/05/2021

Moda gestante: como as mulheres grávidas se vestiram ao longo do tempo

Escrito por Audaces

design-thinking-en-la-educacion-creatividad-audaces

06/05/2021

Como os princípios do design contribuem com a moda?

Escrito por Audaces

gerente-de-producion-actividad-profesional

28/04/2021

Gerente de Produção, o que faz esse profissional?

Escrito por Audaces