Audaces - Improve your design

Design de moda com foco em resultados para seu negócio

Ícone de Pesquisa

10/03/2014

Flexibilidade dos tecidos no Audaces 3D

Flexibilidade é uma característica têxtil que traduz para o tecido o quanto ele pode dobrar, seja horizontal (pela trama) ou vertical (pelo urdume).

Os tecidos, fibras ou fios possuem uma considerável flexão ou enrugamento, sendo que o material consegue tolerar certos valores de flexibilidade dos tecidos sem rompimento.

Tecidos resistentes ao rompimento, ao dobrarem ou vincarem no mesmo local têm grande taxa de flexibilidade, que também está diretamente ligada ao alongamento do tecido.
O linho é um tecido que tem baixo alongamento de fibras e fios, possui baixa flexibilidade e por esse motivo dá-se seu enrugamento.

A flexibilidade do tecido está associada ao uso final do artigo, é imprescindível, por exemplo pensar em alta flexibilidade no vestuário quando do uso de dobras de golas, mangas e pernas de calças, entre tantos outros itens que requerem vestibilidade e estética em relação ao corpo humano.

A flexibilidade também é característica fundamental quanto a encurvadura dos materiais têxteis ao sofrerem certos esforços de compressão. Ao comprimir um material, independente do sentido de trama ou urdume, acontece uma encurvadura transversal em relação ao seu comprimento.

As malharias possuem alta taxa de flexibilidade, uma vez que sua estrutura e construção é feita por laçadas. Por esse motivo as malhas apresentam-se com maior conforto em relação ao corpo humano, e suas dobras horizontais e verticais são bastante perceptíveis.

Existe uma classificação comercial dos tecidos em relação ao seu caimento e flexibilidade, resultante das dobras horizontais e verticais:

– Tecidos rígidos que contem baixa flexibilidade;
– Tecidos medianos apresentando-se com média flexibilidade;
– Tecidos fluídos com alto valor de flexibilidade.

O item dobra horizontal e vertical, como o item alongamento, também é encontrado no sistema Audaces 3D em editor de propriedades, aba tecido.
 

 

Flexibilidade dos tecidos no Audaces 3D/ Acervo pessoal

 

As empresas têxteis não costumam inserir valores de flexibilidade do tecido em suas fichas técnicas, sendo que a análise do material e sua inserção no Audaces 3D, necessita de leitura do usuário e certos conhecimentos sobre caimento dos tecidos.

Um excelente teste para perceber as dobras de estruturas têxteis é separar um tecido fluido e leve e outro rígido e pesado, colocá-los à mesa de forma irregular, quase como em estado de amassamento. É perceptível a diferença das dobras que cada um apresentará.

Os valores são reguláveis para tecidos desde os leves aos pesados, para os leves quanto menor o valor inserido, maior é a flexibilidade do material. Em relação aos tecidos pesados quanto maior o valor, menor é taxa de flexibilidade do tecido.

Nos modelos a seguir pode-se notar as dobras horizontais e verticais na região da cintura e quadril.
O primeiro modelo recebeu aplicação de dobras para tecidos fluidos e leves, enquanto que o segundo para tecidos mais pesados e rígidos, com baixa flexibilidade.

 

 

 

 

 

 

Flexibilidade dos tecidos no Audaces 3D pode ser verificada na linha da cintura e quadril dos manequins/ Acervo pessoal

 

Por Roberto Rubbo
Professor e Consultor de Moda e Vestuário

Leia também…
Tecidos no Audaces 3D: como modificar os padrões
Propriedades dos tecidos são importadas para o Audaces 3D
Audaces 3D reduz retrabalho com a peça-piloto
 

 

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Você também pode gostar de ler:

produto-de-moda-desenvolvimento-industria-4.0-audaces

24/11/2020

Como aperfeiçoar o produto de moda com tecnologias da Indústria 4.0

Escrito por Audaces

indústria têxtil

24/11/2020

Indústria têxtil: matérias-primas podem ser naturais e químicas?

Escrito por Audaces

Listras de tinta com cores do círculo cromático

16/11/2020

O que é círculo cromático e como combinar cores na moda

Escrito por Audaces