Audaces - Improve your design

Design de moda com foco em resultados para seu negócio

Ícone de Pesquisa

24/04/2013

Desvios posturais são disfarçados por modelagem (parte I)

As pessoas que apresentam desvios posturais, como a escoliose e hiperlordose, não encontram com facilidade roupas que estejam adequadas ao seu biotipo. Elas precisam buscar na alta-costura e alfaiataria peças adaptadas ao seu corpo, confortáveis e que disfarcem as imperfeições anatômicas.
 

As imagens comparam a postura normal com a hiperlordose e escoliose, respectivamente.

 Fontes: WARGNIER (2009, p. 223)/ ITC Vertebral, 2012

 

 

O artigo modelagem diferenciada para pessoas com desvios posturais, escrito pela mestranda Munike Ávila, aborda questões referentes aos biotipos e técnicas que podem facilitar o desenvolvimento de modelagens e produtos para este nicho de mercado. Para confeccionar a roupa apropriada para este consumidor, é preciso, primeiro, conhecer as dimensões e detalhes do corpo da pessoa.

A análise do biotipo da pessoa orienta o trabalho do modelista e determina o caimento adequado das peças. Nas produções em larga escala de confecções, por exemplo, essas características podem ser retiradas das tabelas de medidas, criadas de acordo com o públicoalvo da empresa. Já na alfaiataria e na alta-costura – geralmente buscadas por este nicho – é necessário retirar as dimensões exatas do corpo de cada cliente.

O profissional da moda ainda precisa considerar medidas importantes do corpo – as vezes assimétricas – que podem determinar o caimento da roupa. As medidas da inclinação dos ombros e do pescoço são essenciais para evitar a formação de rugas em outras partes da peça. A postura ainda influência no ajuste das mangas e da cava.

Nas peças para pessoas com hiperlordose, por exemplo, a cava se torna mais reta nas costas e profunda na frente. Já aquelas que possuem hipercifose, sentem a roupa apertada entre as cavas e nas costas e folgadas na frente.

 

 

Desvio postural hiperlordose lombar / Blog Dr. Dalmo Dias

 

Nestes dois casos a medida do prumo é a mais importante, porque determina o alinhamento da peça à postura da pessoa. As saias também apresentam diferentes características em usuários com esses desvios posturais. Ficam menor na frente para as pessoas que têm hipercifose e maior para os que têm hiperlordose.

É por meio do desenvolvimento de estudos e técnicas de modelagem que é possível identificar particularidades como estas, que podem ser aplicadas nas roupas e auxiliar na confecção de peças que se adequem aos usuários de diferentes biotipos. Os estudos antropométricos são essenciais no auxílio da percepção e conhecimento do corpo das pessoas. No próximo post, será abordado outros pontos levantados no artigo.

Fonte:

Ávila, Munike. Modelagem diferenciada para pessoas com desvios posturais: Técnicas particulares de modelagem que visam atender um nicho de mercado. Modapalavra, Florianópolis, v.10, p 71-110, 2010.

 

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Você também pode gostar de ler:

Novembro Azul

30/11/2020

Novembro Azul: A cor da moda para os homens

Escrito por Audaces

produto-de-moda-desenvolvimento-industria-4.0-audaces

24/11/2020

Como aperfeiçoar o produto de moda com tecnologias da Indústria 4.0

Escrito por Audaces

indústria têxtil

24/11/2020

Indústria têxtil: matérias-primas podem ser naturais e químicas?

Escrito por Audaces