Audaces - We are the industry 4.0

Design de moda com foco em resultados para seu negócio

Ícone de Pesquisa
Graduação de modelagem usando a tabela de medidas

27/11/2014

Aprenda a reconhecer um bom profissional de modelagem

O setor de modelagem é um dos mais importantes para a confecção, uma vez que é onde começa o processo de materialização das roupas. Com o croqui do estilista em mãos, o modelista inicia o processo de planificação das peças, cuidando para que a roupa tenha excelente caimento, qualidade e estejam adequadas às tabelas do público-alvo da empresa.

O professor do Senac Lapa Faustolo, Roberto Rubbo, – com mais de 30 anos de experiência no mercado da moda e experiência nas áreas de modelagem industrial, moulage e Programas Vetorizados de Computador – fala sobre a área de modelagem, o trabalho do modelista e os desafios deste setor na região de São Paulo.

Empresários do setor de confecção possuem dificuldade em encontrar profissionais de modelagem com experiência no mercado. Por que você acha que isto está acontecendo?
Roberto Rubbo – Primeiramente um bom profissional de modelagem, além de ser experiente é também uma pessoa com mais idade, acima dos 30 anos e daí pra mais, geralmente. Muitos profissionais exímios de modelagem sentem-se coagidos pelos salários baixos que os confeccionistas pagam, logo, eles estão migrando para seu negócio próprio, empreendendo. Quando coloco a situação de migração dos modelistas não quero generalizar, nem todas as confecções paulistanas deixam de valorizar financeiramente seu profissional.

Como as confecções podem contornar este problema?
Roberto Rubbo – As confecções podem contornar o problema da falta de bons profissionais, ao meu ponto de vista, valorizando o profissional da modelagem, colocando a “qualidade” acima da “quantidade”, investindo nesses profissionais (pagando boa qualificação).
Quais os cuidados que o empresário deve ter antes de contratar um modelista?
Roberto Rubbo – Ele deve filtrar o currículo do profissional, analisar os locais em que trabalhou, e as instituições em que fez cursos. Também precisa avaliar as qualificações e experiências do modelista, principalmente se ele sabe executar modelagem manual ou moulage, dependendo dos critérios e processos da empresa, e se ele entende de costura, isso é fundamental. Essa última característica é algo que falta muito em aspirantes de moda.

Existem modelistas que não buscam aperfeiçoar o seu conhecimento. Como reconhecer este tipo de pessoa?
Roberto Rubbo – Geralmente é uma pessoa que começou dentro da empresa como auxiliar ou assistente de algum setor qualquer, passou por diferentes cargos ? costureira, piloteira, auxiliar de modelista ?, e, por fim, quando um dos modelistas saiu da empresa assumiu o cargo. Esse profissional acredita que não precisa de técnicas mais avançadas ou estudos para aprimorar seus conhecimentos, pois acha que já sabe o suficiente, pois até então todos os desenvolvimentos que constrói, de uma forma ou outra, com qualidade ou não, dão resultados para a empresa.
Ele também dificilmente aceita ou entende o sistema CAD. Reconhece que a empresa necessita do sistema, entende que melhorará o processo de desenvolvimento e produção, mas tem muitas dificuldades em entender todo o programa, duvida da precisão dos quadros digitalizadores, isso tudo por motivos de não querer se aperfeiçoar, pois acha que um professor de modelagem não possui a técnica do dia a dia.

É fato que no futuro esse perfil de profissional ficará extinto do mercado, não o modelista em si pelo que representa no processo da confecção, mas sim pelo perfil de não dar espaço para melhores aprendizagens, conhecimentos, técnicas, novas tecnologias.

Na sua opinião, quais os principais benefícios para as confecções com a introdução de softwares como Audaces Vestuário e Audaces Digiflash na produção?
Roberto Rubbo – Incontestavelmente o Audaces Vestuário chegou para somar muitas coisas no ramo, principalmente no quesito ampliação e encaixe e risco. Com isso, o tempo de produção reduziu muito para o processo. Argumento tal fato porque é verídico, notável e acima de tudo, no eixo Brás ? Bom Retiro, é o software que mais se vê em uso.

É prático, é simples, funciona fantasticamente, é nacional e a interface tem a nossa estrutura de pensamento em relação à produção e processamento dos moldes e ou encaixe e risco. Quanto ao Digiflash, fotografar vários moldes do modelo dentro de um quadro otimiza o tempo e traz precisão no tratamento dos mesmos, porém, o usuário deve ter a competência e percepção desse tratamento a fim de ajustar todos os detalhes necessários que estão agregados aos moldes.

Quais as principais vantagens da graduação da modelagem quando feita em sistema informatizado?
Roberto Rubbo – O software realiza a graduação com precisão em todas as angulações, milímetros, e faz o procedimento em tempo absurdamente otimizado em comparação ao manual; permite a visualização imediata nas escalas dos tamanhos, pois é possível modificar a ampliação no caso de erros ou medidas que precisam de ajustes mais elaborados; facilita a ampliação das medidas de cada detalhe, deixando-o visível a fim de fazer comparativos entre os tamanhos; e permite a conferência de medidas de forma rápida em relação ao processo manual.

2 respostas para “Aprenda a reconhecer um bom profissional de modelagem”

  1. Eliane disse:

    Gostaria que fosse falado como indicação onde podemos fazer cursos digital para aprender a trabalhar com esses sistemas

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Você também pode gostar de ler:

febratex 2022

07/06/2022

Audaces presente na Febratex 2022, mostrando com tecnologia 4.0 como será a moda do futuro

Escrito por Audaces

o que é cloud computing

27/05/2022

Cloud computing: o que é e como suas tecnologias auxiliam na confecção

Escrito por Audaces

just in time o que é

13/05/2022

Just in time: o que é, como funciona e como é aplicado na Indústria

Escrito por Audaces

saas o que é e como funciona

11/05/2022

SaaS: saiba como funciona o software como serviço

Escrito por Audaces

mulher ensinando o funcionamento do Audaces Supera

06/04/2022

Audaces Supera: gerenciando o processo de encaixe e eliminando desperdícios

Escrito por Audaces

empreendedora de moda com ateliê ao fundo

01/04/2022

Empreendedorismo feminino: como atuam as mulheres no fortalecimento do setor industrial?

Escrito por Audaces

vista panorâmica de grande indústria

30/03/2022

Saiba como a tecnologia tem sido aplicada no setor industrial

Escrito por Audaces

24/03/2022

Tecido crepe: conheça mais sobre ele e suas aplicações

Escrito por Audaces

Os 12 estilos de moda: caiba qual é o seu

22/03/2022

Os 7 estilos de moda universal e suas características

Escrito por Audaces

Mulher ao computador controlando operação fabril

17/03/2022

Lean manufacturing: conheça os princípios da manufatura enxuta

Escrito por Audaces

esteira de produção em uma indústria

15/03/2022

A automatização industrial no contexto das confecções 4.0 – conheça os benefícios

Escrito por Audaces

modelo em passarela

10/03/2022

Como produzir um editorial de moda – guia completo Audaces

Escrito por Audaces

robô simulando pose humana com quadro de fórmulas ao fundo

08/03/2022

O que é Machine Learning e como ele atua na Indústria 4.0

Escrito por Audaces

Audaces 30 years

03/03/2022

30 anos de Audaces: entrevista com os fundadores Claudio Grando e Ricardo Cunha

Escrito por Audaces

rolos de tecido coloridos

24/02/2022

Fibras têxteis: tudo o que você precisa saber sobre o assunto – manual Audaces

Escrito por Audaces

rosto de estátua grega com fundo preto

22/02/2022

O que é Belo? Conheça seu conceito para a arte e o mundo da moda

Escrito por Audaces

04/02/2022

O que é e qual a importância de um PCP na confecção de Moda?

Escrito por Audaces

Transformação digital

01/02/2022

Transformação digital: benefícios e impactos nas indústrias e confecções

Escrito por Audaces

roupas penduradas no cabide

31/01/2022

Tendências do ano de 2022 para o segmento têxtil

Escrito por Audaces

Mapeamento de processos

26/01/2022

A importância do mapeamento de processos para a confecção

Escrito por Audaces

Coleção de moda

26/01/2022

Saiba quais os processos envolvidos na criação de uma coleção de moda

Escrito por Audaces

Gestão do tempo

25/01/2022

Saiba como fazer uma boa gestão do tempo para alavancar resultados

Escrito por Audaces

laptop com ícones de aplicativos na tela

20/01/2022

A importância do BI para análise de dados e tomada de decisões

Escrito por Audaces

Indústria-4-0

17/01/2022

Indústria 4.0: tudo o que você precisa saber sobre o futuro da confecção

Escrito por Audaces

circuito azul e roxo

14/01/2022

O que é Big Data e como ele colabora para a Indústria 4.0

Escrito por Audaces

Inteligência Artificial

13/01/2022

IA e Moda: influência da Inteligência Artificial na Indústria Fashion

Escrito por Audaces

rolos de tecidos em fábrica têxtil

10/01/2022

5 tendências para o segmento têxtil e a indústria da moda

Escrito por Audaces

macchine taglio tessuti

07/12/2021

Sala de corte 4.0: a solução para a eficiência na etapa produtiva

Escrito por Audaces

robôs transportando estoque

12/11/2021

O que são e como funcionam as fábricas inteligentes

Escrito por Audaces

mulher tocando tela holográfica

05/11/2021

A importância do IoT para as Indústria e as Confecções 4.0

Escrito por Audaces

19/10/2021

Degradê Confecções: como a empresa cresceu 13% com as soluções Audaces

Escrito por Audaces

Chanel alta-costura outono 2018

13/07/2021

O que são as macrotendências e como elas influenciam o mundo da moda

Escrito por Audaces

31/05/2022

Guia prático sobre como criar uma marca de roupas – Audaces explica

Escrito por Audaces

27/05/2022

Conheça a técnica de estamparia digital e porque ela é benéfica para as confecções

Escrito por Audaces