Audaces - Improve your design

Design de moda com foco em resultados para seu negócio

Ícone de Pesquisa

24/06/2013

Sobra no enfesto conta como consumo?

Nas confecções um dos procedimentos mais comuns é o de encaixar os moldes, enfestar e cortar os tecidos. Dentro deste processo de produção, alguns cuidados simples podem auxiliar a empresa na redução da perda de matéria-prima. A sobra no enfesto deve ser considerada nas atividades de melhoria do desempenho produtivo.

Segundo o texto Tecnologia da confecção, o encaixe dos moldes sobre o tecido, realizado de forma manual, requer que esta operação seja repetida após cada modelagem cortada, tornando o processo mais demorado e com maior porcentagem de perda de tecido.

 

A sobra no enfesto pode acontecer pela falta de habilidade do operador/ Reprodução

 

 

Já o encaixe realizado por meio do sistema CAD para confecção, de forma automática ou manual, traz vantagens como redução dos gastos de matéria-prima, aumento de produtividade e melhor qualidade no produto final. Além disso, com a gradação dos moldes prontas, o operador indica a grade e a largura do tecido a ser enfestado.

O texto também aborda que a sobra no enfesto pode acontecer em razão da falta de habilidade ou do pouco conhecimento dos encaixadores. A execução do encaixe dos moldes sobre o tecido – de forma manual ou automatizada – requer que sejam tomados alguns cuidados de acordo com o tipo de material usado.

Outro procedimento que auxilia a reduzir a sobra no enfesto é cuidar para que as camadas estejam alinhadas, sem dobras e evitar sobras na largura e nas pontas do enfesto. Vale lembrar que apesar de todas as precauções citadas acima, ainda haverá – apesar de minimizada – sobra de matéria-prima, por isso, uma dica importante é o reaproveitamento dos resíduos de tecidos.

A apostila do Sebrae Gestão do Processo Produtivo aponta uma série de possíveis utilizações dos resíduos têxteis. Os tecidos que sobram do processo produtivo podem ser reaproveitados ao criar produtos alternativos e comercializáveis que possam ser encaixados nas sobras.

 

 

 

 

A sobra no enfesto pode ser utilizada para confeccionar outros tecidos/ Reprodução

 

 

Outra possibilidade é reciclar este material, vendendo para empresas especializadas que utilizem-no como fonte de matéria-prima. Alguns tipos de resíduos, como retalhos e aparas de tecidos, podem ser processados e são transformados em novos tecidos. Para comercializar esses resíduos têxteis vale lembrar que alguns cuidados precisam ser tomados. As peças precisam estar separadas e livres de contaminação.

É importante destacar que os resíduos possuem valor bem menor do que a matéria-prima original. Também vale lembrar que ao evitar a mistura de resíduos aumenta-se a possibilidade de comercialização para a reciclagem.

 

Leia mais:

Enfesto automático: agilidade e praticidade na produção

Tipos de Enfesto de tecido

Enfesto manual pode ser feito de diferentes formas

Definindo o tipo de enfesto: características do tecido

 

 

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Você também pode gostar de ler:

produto-de-moda-desenvolvimento-industria-4.0-audaces

24/11/2020

Como aperfeiçoar o produto de moda com tecnologias da Indústria 4.0

Escrito por Audaces

indústria têxtil

24/11/2020

Indústria têxtil: matérias-primas podem ser naturais e químicas?

Escrito por Audaces

Listras de tinta com cores do círculo cromático

16/11/2020

O que é círculo cromático e como combinar cores na moda

Escrito por Audaces