Audaces - Improve your design

Design de moda com foco em resultados para seu negócio

Ícone de Pesquisa

11/04/2014

O Mix de Moda no Desenvolvendo de Coleções

1 min

Por Eduardo Vilas Bôas
Professor de Moda do Senac SP

O desenvolvimento de uma coleção de moda deve, além de diversos outros aspectos, compreender três categorias de produtos: Básicos, Fashion e Vanguarda. O entendimento do conceito de cada uma dessas categorias está diretamente relacionado ao perfil do público-alvo, uma vez que sendo esses conceitos abstratos, tornam-se relativos, ou seja, àquilo que é básico para um grupo psicográfico pode ser considerado muito arrojado para outro.

Em linhas gerais podemos entender que os produtos Básicos são peças funcionais, com pouco apelo de moda e design, usadas geralmente para compor looks. Pelo menos de 10% a 20% da coleção deve concentrar-se nessa categoria, pois ajudam nas vendas complementares e agradam clientes mais conservadores.

Os produtos Fashion são modelos que atendem a moda do momento por suas formas, cores e padronagens. São modelos com vida útil curta, já que logo novas tendências surgirão. Em torno de 70% da coleção concentra-se nessa categoria, já que as empresas precisam estimular a rotatividade dos produtos.

A terceira categoria é de produtos de Vanguarda, que são peças que carregam o conceito chave da coleção, permitindo-se, assim, extravasar no design. Por serem mais elaboradas, criativas e com tecidos, aviamentos e processos especiais, tendem a ter Preço de Custo e de Venda mais elevados. Esses produtos geralmente são destaques em desfiles e editoriais por ter valor iconográfico. Pelo menos de 10% a 20% da coleção deve concentrar-se nessa categoria a fim de manter evidente o apelo de moda da marca.

Proporção do mix de produtos de uma coleção/ Reprodução

 

Logo, como dito, a distribuição do Mix de Moda deve variar conforme o estilo da empresa. Confecções voltadas ao público jovem e ávido por novidades costumam aumentar a quantidade de produtos Vanguarda. Já empresas que trabalham com consumidores mais clássicos investem mais em produtos Básicos. O importante é sempre manter produtos das três categorias na proporção adequada ao seu mercado.

Para isso o histórico de vendas é um excelente recurso de consulta. Outra orientação é apresentar as peças de vanguarda no começo da estação, atendendo o público ávido pelas novidades, enquanto os modelos básicos devem concentrar-se para o final da coleção, momento que os consumidores tradicionalmente esperam liquidações – e a margem de lucro é mais comprometida.

 

 

 

 

 

 

 

 

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Você também pode gostar de ler:

robôs transportando estoque

12/11/2021

O que são e como funcionam as fábricas inteligentes

Escrito por Audaces

mulher tocando tela holográfica

05/11/2021

A importância do IoT para as Indústria e as Confecções 4.0

Escrito por Audaces

19/10/2021

Degradê Confecções: como a empresa cresceu 13% com as soluções Audaces

Escrito por Audaces

inteligência artificial na moda

09/06/2021

IA e Moda: influência da Inteligência Artificial na Indústria Fashion

Escrito por Audaces

PLM na confecção de moda

28/05/2021

PLM: o que é, benefícios e como aplicá-lo na Indústria da Moda

Escrito por Audaces

rolos de tecidos em fábrica têxtil

19/11/2021

5 tendências para o segmento têxtil e a indústria da moda

Escrito por Audaces

produto descontinuado Audaces

10/11/2021

Audaces comunica a descontinuidade de peças e suprimentos de Jet Print e Jet Print Plus

Escrito por Audaces