Audaces - Improve your design

Design de moda com foco em resultados para seu negócio

Ícone de Pesquisa

18/12/2014

Mix de Produto

1 min

Por Ana Luiza Olivete
Designer de Moda, Professora e Consultora Empresarial

É conhecido como Mix de Produto a variedade de produtos oferecidos por uma empresa. E segundo Treptow (2013), pode ser definido por:

Abrangência: quantidade de linhas de produtos oferecidos, por exemplo, no segmento esporte, podemos definir duas linhas de produtos, a linha casual e a linha para a prática do esporte, mas também pode ser definida somente em linha de roupas, acessórios e equipamentos;

Extensão: quantidade de produtos em cada linha, por exemplo, quantos modelos existem no mix, short, blusa, camiseta, vestido, casaco, etc.;

Profundidade: quantidade de versões de cada produto, ou seja, quantos tecidos, quantas cores e quantos tamanhos serão oferecidos de cada produto. Este resultado deve ser sistematizado dentro de uma cartela delimitada de cores e tecidos, evitando, assim, um estoque extenso de materiais ou produtos.

 

 

Fonte: Desenho da autora

Ao elaborar um mix de produto, leva-se em consideração o segmento da loja e/ou marca, se a empresa já possui um mix definido e se vai alterá-lo, reduzi-lo, ampliá-lo ou não, se for alterado, qual a justificativa para tal alteração, sempre baseada no público.

Fique atento!
Os erros mais comuns ocorridos no mix de produto são:
– número excessivo de modelos, gerando dificuldade no controle de compra, visto que deve-se considerar tamanho, cores e tecidos;
– ampla gama de tecidos, em consequência, grande número de fornecedores, aumentando o risco de grandes estoques devido a diversidade;
– excesso de uma determinada linha de produto e, consequentemente, falta ou insuficiência de outra.
Rabolt e Miler (1997, p. 91) caracterizam ainda o mix de produto de acordo com os estilos apresentados e que pode ser descrito como:
– extenso (muita variedade de produto);
– estreito (pouca variedade de produto);
– profundo (muitas cores e tamanhos);
– superficial (poucas cores e tamanhos).

Mas pode, também, ser caracterizado por combinações tais como:
– estreito e profundo (poucos estilos, muitas cores e tamanhos);
– extenso e superficial (muitos estilos, poucas cores e tamanhos).

Referências bibliográficas:
RABOLT, N.J. e MILER, J. K.. Concepts and Cases in Retail and Merchandising Management. New York: Fairchild Publications, 1997.
TREPTOW, Doris.
Inventando Moda: Planejamento de Coleção. São Paulo: Doris Elisa Treptow, 2013.

 

 

 

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Você também pode gostar de ler:

robôs transportando estoque

12/11/2021

O que são e como funcionam as fábricas inteligentes

Escrito por Audaces

mulher tocando tela holográfica

05/11/2021

A importância do IoT para as Indústria e as Confecções 4.0

Escrito por Audaces

19/10/2021

Degradê Confecções: como a empresa cresceu 13% com as soluções Audaces

Escrito por Audaces

inteligência artificial na moda

09/06/2021

IA e Moda: influência da Inteligência Artificial na Indústria Fashion

Escrito por Audaces

PLM na confecção de moda

28/05/2021

PLM: o que é, benefícios e como aplicá-lo na Indústria da Moda

Escrito por Audaces

rolos de tecidos em fábrica têxtil

19/11/2021

5 tendências para o segmento têxtil e a indústria da moda

Escrito por Audaces

produto descontinuado Audaces

10/11/2021

Audaces comunica a descontinuidade de peças e suprimentos de Jet Print e Jet Print Plus

Escrito por Audaces