Audaces - Improve your design

Design de moda com foco em resultados para seu negócio

Ícone de Pesquisa

14/01/2014

Elementos básicos visuais do design de moda (parte III)

3 min

Nos dois primeiros posts da série sobre os elementos básicos do design de moda – parte Iparte II -, abordamos alguns dos itens que compõem a comunicação visual, como o ponto, o tom, a forma, a direção, a cor e a linha. Como já dissemos nos textos anteriores, compreender e saber utilizar bem todos estes elementos pode fazer toda a diferença na concepção de um produto de design, incluindo o produto de moda, por isso, abordamos mais alguns desses elementos nesta última publicação sobre o tema.

Elementos visuais básicos do design de moda
A textura auxilia na substituição do tato, é um sentido apurado, podendo ser identificada pelo toque, pela visão ou pela combinação dos dois. Há texturas que não apresentam qualidades táteis, mas apenas óticas, por meio de um significado associativo (comparação com algo que exista e que já se associe como áspero, por exemplo). Embora esse elemento seja um importante auxiliar, não há uma real exploração dele devido a pouca experiência tátil e o medo do toque das pessoas.
A textura é fundamental na renderização dos desenhos estilísticos e ilustrações de moda, bem como na concepção de estampas e aplicações de efeitos nos tecidos.
 

Textura é um elemento essencial para a concepção de efeitos nos tecidos e estampas/Fonte: site Anne

 

Os elementos visuais são capazes de se modificar e de se definir uns aos outros, como a escala, que representa a dualidade que existe entre as coisas e os objetos, demonstrando que o grande só existe com o pequeno. Também apresenta que o conceito de grande e pequeno depende das relações com o campo ou o ambiente.

A escala é muito usada nos projetos para representar uma medida proporcional real. A medida do homem se constitui fundamental para o entendimento da escala, pois quase tudo que se fabrica no design tem o homem como parâmetro de medida proporcional.

A seção ou proporção áurea é a mais famosa fórmula de proporção na qual a escala se baseia e ela auxilia na concepção de projetos elegantes e que beiram a perfeição de medidas. Há também outros sistemas de escala como a de Le Corbusier, que se baseia no tamanho médio do homem, que a partir dela estabelece todas as medidas.

 

 

 

 

A escala representa a dualidade entre as coisas e o objetivo/ Fonte: Reprodução

A dimensão existe no mundo real e sua representação da dimensão em formatos visuais bidimensionais também depende da ilusão.

A dimensão real é o elemento dominante no desenho industrial, artesanato, escultura e arquitetura e em qualquer material visual em que se lida com o volume total e real. Mesmo vivendo em um mundo dimensional, criamos uma visualização desligada dela, tendendo mais para a criação de marcas.

A dimensão também está muito associada à escala e são importantes recursos na criação de silhuetas, modelagens e acessórios.

 

 

 

A dimensão é utilizada na criação de silhuetas, modelagens, entre outros/ Fonte: site canal moda

 

O movimento é mais implícito que explicito no modo visual, no entanto, é uma das forças visuais mais impactantes da experiência humana. Só existe de fato em coisas criadas que tenham um elemento de movimento, mas pode aparecer por ilusão de uma textura ou dimensão, por exemplo. Mesmo no cinema, o melhor caso de representação do movimento, o movimento não é real, mas encontra-se no olho do espectador por meio da “persistência da visão”. Esse elemento como componente visual é dinâmico e tem auxiliado o homem na busca pela objetivação de sim mesmo.

 

 

 

 

 

 

Movimento/ Fonte: blog 2-bp

Concluímos esta série que tratou dos elementos básicos da comunicação visual, observando que eles são fundamentais na concepção dos produtos que estão em nosso entorno, seja na arquitetura, seja no design de produtos, seja no design de moda.

Por isso, é importante estar atento para a harmonização que o uso destes elementos nos trazem, proporcionando sucesso na concepção de nossos produtos.

Por Gabriela Maroja
Professora e Coordenadora da Graduação e Pós-Graduação em Moda no Unipê/JP

Referência
Livro Sintaxe da Linguagem Visual, de Donis A. Dondis.

Leia também…
– Elementos de comunicação visual no design de moda (parte I)
– Elementos básicos visuais do design de moda (parte II)

 

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Você também pode gostar de ler:

Bailarina Ingrid Silva gestante

07/05/2021

Moda gestante: como as mulheres grávidas se vestiram ao longo do tempo

Escrito por Audaces

design-thinking-en-la-educacion-creatividad-audaces

06/05/2021

Como os princípios do design contribuem com a moda?

Escrito por Audaces

gerente-de-producion-actividad-profesional

28/04/2021

Gerente de Produção, o que faz esse profissional?

Escrito por Audaces