Audaces - Improve your design

Design de moda com foco em resultados para seu negócio

Ícone de Pesquisa
designer de de moda criando coleção de roupa

31/05/2021

4 dicas para otimizar os processos de criação de uma coleção de moda

4 min
Tiempo de leer 4 minutos

Estilistas, modelistas e toda a equipe responsável por uma coleção de roupas sabem: todos os processos envolvidos, desde a confecção até a aprovação e distribuição das peças, demandam rigoroso controle de qualidade. Tudo isso, claro, inclui otimizar o tempo dos processos para que eles se tornem mais efetivos e rentáveis.

Nesse contexto, o trabalho criativo é o que mais tende a ser impactado, afinal, limitar a criatividade a prazos e a períodos de tempo pré estabelecidos podem gerar tensões na equipe de estilistas, o que pode resultar em um trabalho que não atinge as expectativas da equipe de gestão e do consumidor final.

Para te ajudar a gerir o tempo de forma consciente e otimizada, o blog da Audaces preparou algumas dicas fundamentais para estilistas e profissionais da etapa criativa das confecções atenderem aos prazos e demandas sem comprometer o aspecto criativo das coleções.

Continue a leitura e saiba mais sobre o assunto:

Gestão da performance na Indústria da Moda

O ramo das confecções possui algumas particularidades que exigem do setor alta capacidade de gerenciamento e controle de qualidade. Isso porque as etapas que envolvem o desenvolvimento de uma coleção de moda são subsequentes — cada etapa depende do bom desenvolvimento da etapa anterior para que o resultado final (as peças da coleção) estejam de acordo com aquilo que foi idealizado na etapa inicial.

Ou seja, é preciso que cada equipe funcione adequadamente dentro de suas atividades para que não haja atrasos na confecção (o que, por vezes, é inevitável e presumível) e o cronograma da coleção seja seguido o mais fielmente possível.

Toda a cadeia produtiva começa com os responsáveis pela criação e o desenvolvimento artístico, especialmente os estilistas, e os responsáveis pelo desenho técnico e o molde, especialmente os modelistas.

Então, em termos de gestão de performance, embora todos os setores necessitem de gerenciamento de performance para que a indústria funcione adequadamente, é importante que a equipe de estilo e criação esteja bem desenvolvida nesse aspecto, especialmente por envolver aspectos subjetivos, como a criatividade e o exercício estilístico.

Se você faz parte desse conjunto de profissionais, é essencial que tenha em mente algumas ações fundamentais para otimizar sua criação. Quer saber quais? O blog Audaces preparou uma lista exclusiva que você confere logo abaixo:

4 dicas para otimizar seu processo de criação

Conceitos, cores, tecidos, croquis, moldes: a etapa criativa é, sem dúvidas, uma das mais trabalhosas em se tratando do desenvolvimento de coleções de roupas. Por isso, para otimizar o tempo dos processos desta etapa, é essencial que você:

1. Colete referências visuais

Uma outra particularidade da Indústria da Moda é que ela é fortemente influenciada por tendências, ou seja, o conjunto de referências técnicas e estéticas que um estilista precisa ter é constantemente alterada por trends sazonais que podem ou não perdurar pelas estações, podendo ser retomadas de tempos em tempos.

Isso faz com que, a fim de otimizar o tempo em sua fase de concepção estilística, é preciso ter em mente as referências visuais que comporão a futura coleção, o que faz com que não só o tempo seja otimizado, mas que o próprio profissional tenha claro os passos de sua criação (o que nem sempre é tarefa fácil).

Por esse motivo, nossa primeira dica é voltada à coleta de possíveis referências, tendências e outros elementos que podem fazer parte da coleção. Com um número de referências específico e o direcionamento dos outros membros da equipe de criação, é muito mais fácil para o estilista pôr em ação sua criatividade para compor os primeiros croquis da coleção.

Temos um post completo sobre croquis de moda aqui no blog — não deixe de conferir!

referências visuais coleção de moda

2. Invista em coleções-cápsulas

Criada na década de 80, a ideia de uma coleção-cápsula é uma das tendências que tem ganhado espaço entre as marcas e indústrias de confecção, justamente por seu caráter enxuto e objetivo de produzir uma quantidade menor de peças deslocada da órbita das coleções sazonais fortemente marcadas (outono/inverno e primavera/verão).

Em termos de economia, trata-se de uma opção viável cujos benefícios vão além da otimização do tempo de produção, como também a liberdade criativa, o fortalecimento da marca e também a venda entre as estações.

Quer saber mais sobre como funciona uma coleção-cápsula? Já falamos tudo sobre o assunto aqui no blog Audaces!

3. Fique de olho no cronograma da coleção

Dentre todos os fatores responsáveis pelo gerenciamento de performance na etapa criativa, o cronograma da coleção é o mais tradicional e o que vem sendo utilizado há mais tempo no ambiente de confecção. Isso porque é uma ferramenta relativamente simples, fácil de ser integrada entre todos os setores da produção e possui alto potencial de efetividade.

Embora seja uma ferramenta ampla, o cronograma pode ser adaptado para a equipe de criação, que pode ter prazos específicos de entrega mais específicos e detalhados para o setor e até mesmo individual para cada membro.

O resultado é um aumento no nível da consciência sobre o tempo de produção e, consequentemente, a adaptação, com o tempo, à rotina estabelecida pelo cronograma de forma natural, sem prejuízos artísticos ou criativos para os envolvidos na etapa.

4. Invista em softwares de gerenciamento especializados

Por fim, conforme a indústria da moda se aproxima da Indústria 4.0, a necessidade de integrar pessoas e informações torna-se cada vez maior. Estratégias como o PLM e o Fashion PLM buscam lidar com essas necessidades oferecendo soluções integradas e ferramentas vinculadas ao IoT (Internet of Things), atuando não somente nos setores individualmente, mas fornecendo as condições essenciais para a criação de uma rede de compartilhamento e banco de dados coletivos.

Gerenciador de coleções de moda Audaces ISA

Com o processo criativo não poderia ser diferente. Hoje já existem softwares gerenciadores de ideias, por exemplo, que facilitam o processo técnico da criação, economizando um tempo valioso para a produção das coleções e otimizando o trabalho dos profissionais. Não obstante, gerenciadores de coleções ultramodernos compartilham e fornecem informações em tempo real sobre a coleção em seu estágio atual de desenvolvimento.

Essas ferramentas, além de revolucionar o desenvolvimento das coleções de roupas, também são importantíssimas no gerenciamento de performance, inclusive do time de criação. Não deixe de pesquisar e encontrar o software ideal para as suas necessidades.

A Audaces é especialista na Indústria da Moda e em nosso blog você tem acesso a todas as informações sobre esse universo. Assine nossa newsletter e não perca nenhuma atualização de conteúdo!

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Você também pode gostar de ler:

modelagem de roupas

19/08/2015

Desenho e modelagem de roupa: qual a relação entre eles?

Escrito por Audaces

semanas-de-moda-america-latina-principales-audaces-figura6

27/08/2021

7 eventos fashion do Brasil e do mundo para conhecer

Escrito por Audaces

25/08/2021

Como acontecem os desfiles de moda? A Audaces tira suas dúvidas!

Escrito por Audaces

Gerenciador de coleções Audaces ISA

23/08/2021

3 tecnologias da Moda 4.0 para conhecer e investir

Escrito por Audaces