Audaces - Improve your design

Design de moda com foco em resultados para seu negócio

Ícone de Pesquisa

23/09/2014

Modelagem Plana ou Bidimensional 

Por Roberto Rubbo
Professor e Consultor de Moda e Vestuário

Entre os tipos de modelagem existentes na área de moda podemos citar a Modelagem Plana ou Bidimensional. Ela é iniciada a partir de uma tabela de medidas com transposição gráfica para o papel, seja na observação de um desenho, figura, foto ou até mesmo de uma peça já confeccionada. Numa interpretação do modelo, a fim de construir o traçado da modelagem, é importante analisar formas e volumes, tipos de costuras, montagens, tecidos e aviamentos utilizados, entre outros detalhes que se tornam peculiares ao traçado do modelo.

 

 

Arquivo pessoal

Modelagem Plana ou Bidimensional Etapa 1: Traçado do diagrama. É a representação gráfica bidimensional de uma forma no papel, seja uma saia, calça ou base de corpo. Com o auxílio de réguas, as curvas e esquadros, e também instrumentos adequados ao trabalho se fazem necessários para o traçado. É a reprodução de cada parte, transferida para um papel de maior gramatura, preferencialmente.

 

 

 

Fonte: Apostila SENAC Modelagem em Malharia

Modelagem Plana ou Bidimensional Etapa 2: Adaptação de modelo. É a reprodução de detalhes, formas, volumes, recortes, comprimentos, entre outros itens, sobre o diagrama ou a base, de acordo com a análise das proporções e caimento do modelo.

Modelagem Plana ou Bidimensional Etapa 3: Molde para o corte. É a reprodução de cada parte do diagrama ou base para outro papel, porém com acréscimo de “margem de costura”, que variam de acordo com as máquinas de costura que serão utilizadas. Existem variados fatores que influenciam nas margens de costura, por exemplo em vistas de camisas as margens de costura variam de um modelo para o outro. Um molde para o corte deverá conter:
Piques (se houver) como marcações no perímetro;
Furos e marcações internas, por exemplo no caso de pences, altura de bolso, abertura em mangas, entre outras;
Informações adicionais como tipo de costura, tamanho do zíper, largura de bainha e indicações necessárias como referência, tamanho, data de construção do modelo e outras informações que servirão como RG do modelo.
A linha do FIO é a posição que o molde deverá ser cortado em relação a “ourela” do tecido. Sem a visão e leitura do FIO torna-se difícil o correto posicionamento do molde ao ser riscado no tecido, ocasionando roupas tortas e fora de enquadramento.

 

Arquivo pessoal

Modelagem Plana ou Bidimensional Etapa 4: Ajustes e correções. A peça-piloto ou protótipo é submetida ao teste de caimento em busto de costura ou corpo de prova verificando os possíveis ajustes, se necessário.

Fonte: O Grande Livro da Costura

Modelagem Plana ou Bidimensional Etapa 5: Gradação. Esta etapa refere-se à ampliação e redução de cada molde que compõe o modelo. Tem a finalidade de reproduzir a chamada “grade de tamanhos”. A partir do tamanho 40, por exemplo, podemos obter os outros tamanhos sem realizar as etapas anteriores. É importante confeccionar os moldes ampliados ou reduzidos para a verificação do produto final.

 

Leia mais:

Modelagem industrial: você sabe quais os tipos?

Modelagem e o processo de criação: qual a relação?

Novas técnicas de modelagem são diferencial nas roupas

Livro ensina a fazer base de modelagem de roupas femininas

 

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Você também pode gostar de ler:

produto-de-moda-desenvolvimento-industria-4.0-audaces

24/11/2020

Como aperfeiçoar o produto de moda com tecnologias da Indústria 4.0

Escrito por Audaces

indústria têxtil

24/11/2020

Indústria têxtil: matérias-primas podem ser naturais e químicas?

Escrito por Audaces

Listras de tinta com cores do círculo cromático

16/11/2020

O que é círculo cromático e como combinar cores na moda

Escrito por Audaces