Audaces - We are the industry 4.0

Design de moda com foco em resultados para seu negócio

Ícone de Pesquisa

24/10/2013

Moda rápida: o fast fashion do glamour à escravidão

Por Eduardo Vilas Bôas
Professor de Moda do Senac SP

O termo Fast Fashion (moda rápida) se difundiu tão rapidamente quanto sua estratégia de lançamento e entrega de novos produtos às lojas. É importante, no entanto, que entendamos mais detalhadamente esse novo modelo de gestão.

Grandes empresas varejistas europeias, como Zara, H&M e Top Shop perceberam que o consumidor buscava uma participação mais ativa dentro do processo criativo, principalmente direcionando os produtos cada vez mais aos seus interesses e ao tempo em que desejavam encontrá-los às compras. O Fast Fashion então possibilitou o pleno cumprimento da premissa de marketing de que as empresas devem “proporcionar o produto certo, no local certo, na hora certa e na quantidade certa”.

Mais do que isso, as marcas de moda perceberam que produzir coleções menores também minimizaria os erros de produtos não identitários (encalhes) e haveria menos capital investido em estoque. Também teria uma menor necessidade de metro quadrado por loja para exposição e guarda de produtos e o consumidor se sentiria inserido num contexto provocativo de escassez, isto é, novidades semanais que aumentariam sua taxa de retorno mensal às lojas.

O acesso aos meios de comunicação, principalmente à internet e TV paga, fez com que os consumidores tivessem mais noção de qualidade, preço, design e marcas, e requeressem as novidades das passarelas de imediato no varejo. Assim, as coleções semestrais saíram de cena para as micro coleções, não mais necessariamente pautadas em um eixo temático, e àqueles modelos únicos – estáticos – dentro da estação que eram entregues mensalmente, agora tem tiragem quase exclusiva e sua entrega passa a ser semanal.

Obviamente que este tipo de modelo de gestão incide numa estrutura complexa de produção e logística, além de um conhecimento e elo muito próximos com o consumidor. A precursora desse modelo foi a rede espanhola Zara. Enquanto os manuais de administração orientam que uma empresa deve concentrar seus esforços na atividade principal e terceirizar as atividades secundárias, a Zara integrou-se verticalmente em diversas áreas de sua cadeia produtiva. O sucesso do modelo colocou o fundador do Grupo Inditex, sr. Amâncio Ortega, como a terceira pessoa mais rica do mundo em 2012.

Mas não é só de glamour que o Fast Fashion vive. Várias denúncias nos últimos anos têm chamado a comunidade de moda para a discussão de quais seriam as problemáticas que esse modelo implicaria à sociedade. A de maior alarde é que para sustentar produtos de qualidade média com preços tão baixos – e produção tão rápida – seria preciso enxugar os custos de produção, dando margem aos abusos trabalhistas, como a exploração do trabalho análogo à escravidão e o trabalho infantil, além do desvio dos processos produtivos para países asiáticos e subdesenvolvidos, onde a legislação trabalhista é menos rigorosa do que a brasileira.

Deixo como sugestão para reflexão sobre esse assunto o documentário “China Blue” (2005), que segue a vida de Jasmine, uma jovem trabalhadora de dezessete anos da província de Sichuan, China, que vai para Shaxi buscar trabalho em uma fábrica de calças jeans, a Lifeng Clothes Factory.

Jasmine ganha cerca de meio yuan por uma hora de trabalho (cerca de seis centavos de dólar) e o documentário apresenta tanto as condições de trabalho como a crescente importância do país como exportador em escala global de roupas – na sua maioria marcas consagradas no ocidente e adeptas do modelo de moda rápida.

Documentário China Blue:

China+Azul+ +China+Blue+2005+LEGENDADO+PT SD from CanalGeografia CanalGeografia on YouTube

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Você também pode gostar de ler:

febratex 2022

07/06/2022

Audaces presente na Febratex 2022, mostrando com tecnologia 4.0 como será a moda do futuro

Escrito por Audaces

o que é cloud computing

27/05/2022

Cloud computing: o que é e como suas tecnologias auxiliam na confecção

Escrito por Audaces

just in time o que é

13/05/2022

Just in time: o que é, como funciona e como é aplicado na Indústria

Escrito por Audaces

saas o que é e como funciona

11/05/2022

SaaS: saiba como funciona o software como serviço

Escrito por Audaces

mulher ensinando o funcionamento do Audaces Supera

06/04/2022

Audaces Supera: gerenciando o processo de encaixe e eliminando desperdícios

Escrito por Audaces

empreendedora de moda com ateliê ao fundo

01/04/2022

Empreendedorismo feminino: como atuam as mulheres no fortalecimento do setor industrial?

Escrito por Audaces

vista panorâmica de grande indústria

30/03/2022

Saiba como a tecnologia tem sido aplicada no setor industrial

Escrito por Audaces

24/03/2022

Tecido crepe: conheça mais sobre ele e suas aplicações

Escrito por Audaces

Os 12 estilos de moda: caiba qual é o seu

22/03/2022

Os 7 estilos de moda universal e suas características

Escrito por Audaces

Mulher ao computador controlando operação fabril

17/03/2022

Lean manufacturing: conheça os princípios da manufatura enxuta

Escrito por Audaces

esteira de produção em uma indústria

15/03/2022

A automatização industrial no contexto das confecções 4.0 – conheça os benefícios

Escrito por Audaces

modelo em passarela

10/03/2022

Como produzir um editorial de moda – guia completo Audaces

Escrito por Audaces

robô simulando pose humana com quadro de fórmulas ao fundo

08/03/2022

O que é Machine Learning e como ele atua na Indústria 4.0

Escrito por Audaces

Audaces 30 years

03/03/2022

30 anos de Audaces: entrevista com os fundadores Claudio Grando e Ricardo Cunha

Escrito por Audaces

rolos de tecido coloridos

24/02/2022

Fibras têxteis: tudo o que você precisa saber sobre o assunto – manual Audaces

Escrito por Audaces

rosto de estátua grega com fundo preto

22/02/2022

O que é Belo? Conheça seu conceito para a arte e o mundo da moda

Escrito por Audaces

04/02/2022

O que é e qual a importância de um PCP na confecção de Moda?

Escrito por Audaces

Transformação digital

01/02/2022

Transformação digital: benefícios e impactos nas indústrias e confecções

Escrito por Audaces

roupas penduradas no cabide

31/01/2022

Tendências do ano de 2022 para o segmento têxtil

Escrito por Audaces

Mapeamento de processos

26/01/2022

A importância do mapeamento de processos para a confecção

Escrito por Audaces

Coleção de moda

26/01/2022

Saiba quais os processos envolvidos na criação de uma coleção de moda

Escrito por Audaces

Gestão do tempo

25/01/2022

Saiba como fazer uma boa gestão do tempo para alavancar resultados

Escrito por Audaces

laptop com ícones de aplicativos na tela

20/01/2022

A importância do BI para análise de dados e tomada de decisões

Escrito por Audaces

Indústria-4-0

17/01/2022

Indústria 4.0: tudo o que você precisa saber sobre o futuro da confecção

Escrito por Audaces

circuito azul e roxo

14/01/2022

O que é Big Data e como ele colabora para a Indústria 4.0

Escrito por Audaces

Inteligência Artificial

13/01/2022

IA e Moda: influência da Inteligência Artificial na Indústria Fashion

Escrito por Audaces

rolos de tecidos em fábrica têxtil

10/01/2022

5 tendências para o segmento têxtil e a indústria da moda

Escrito por Audaces

macchine taglio tessuti

07/12/2021

Sala de corte 4.0: a solução para a eficiência na etapa produtiva

Escrito por Audaces

robôs transportando estoque

12/11/2021

O que são e como funcionam as fábricas inteligentes

Escrito por Audaces

mulher tocando tela holográfica

05/11/2021

A importância do IoT para as Indústria e as Confecções 4.0

Escrito por Audaces

19/10/2021

Degradê Confecções: como a empresa cresceu 13% com as soluções Audaces

Escrito por Audaces

Chanel alta-costura outono 2018

13/07/2021

O que são as macrotendências e como elas influenciam o mundo da moda

Escrito por Audaces

31/05/2022

Guia prático sobre como criar uma marca de roupas – Audaces explica

Escrito por Audaces

27/05/2022

Conheça a técnica de estamparia digital e porque ela é benéfica para as confecções

Escrito por Audaces