Audaces - Improve your design

Design de moda com foco em resultados para seu negócio

Ícone de Pesquisa

08/12/2014

E a moda hoje? Como podemos definir? – Parte 4

Por Julia Picoli
Docente no curso de Moda da Feevale e consultora de produto de Moda

 

 

No post anterior introduzi o conceito do movimento trickle-up, onde uma nova forma de aparência sai da rua e aparece como manifestação legítima de um grupo para comunicar seus sentimentos e pretensões, e ao ser apropriada pelo sistema da moda (estilistas e grandes marcas) é legitimada e se torna popular, transformando-se na moda do momento. Então, agora vamos entender um pouco mais sobre ele.

Percebemos que a rua agora influência a moda, e principalmente os jovens. Os comportamentos sociais dos adolescentes que legitimam estilos vindos da rua, como o ¬_hip-hop_, têm sido importantes para as mudanças a nível social. Essas mudanças culturais fazem emergir novas necessidades e desejos nos consumidores. As mudanças que ocorrem na segunda metade do século XX atingem praticamente todos os aspectos da sociedade e resultam, entre outras, numa atitude pró-juventude, numa recusa de envelhecer. Como reflexo, a moda jovem infiltra os grupos etários mais velhos. Nesse contexto, as produções estéticas juvenis passaram a ser referência para produção da moda, dando origem ao supermercado de estilos (tratarei em futuros posts com mais profundidade). A juventude entra na moda e a padronização acontece quando o desejo de ser e parecer jovem é imposto pela moda.

Esse conceito perdura até os tempos atuais. Os jovens laçam as tendências e os mais velhos, na busca por estarem inseridos na sociedade e pelo rejuvenescer pelo menos na aparência, adaptam-se a essas tendências. O ideal de juventude passou a ser celebrado. É nesta época que aparecem os primeiros grupos de jovens que procuram expressar sua identidade através das roupas, os teddy boys e os beatnicks, que iniciaram o que hoje se designa como cultura de rua. A moda começou a concentrar-se nos adolescentes e a expressar o seu desejo de ruptura, liberdade, revolta, modernidade, diferenciação, e assume o que se torna a característica acrescidas da moda, a expressão e a contestação. Sendo a moda o modelo estabelecido que satisfaz a procura por adaptação social, diferenciação e desejo de pertencer a um grupo social, faz com que os jovens consolidem essas características cada vez mais presentes na moda.

Sendo assim, o jovem é o agente principal quando falamos de moda e tendências. Mas não paramos por aqui. Nossa busca pela resposta, de como podemos definir a moda hoje, ainda não chegou ao fim… No próximo post vamos falar sobre os anos 1980 e seu impacto na moda.

 

 

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Você também pode gostar de ler:

produto-de-moda-desenvolvimento-industria-4.0-audaces

24/11/2020

Como aperfeiçoar o produto de moda com tecnologias da Indústria 4.0

Escrito por Audaces

indústria têxtil

24/11/2020

Indústria têxtil: matérias-primas podem ser naturais e químicas?

Escrito por Audaces

Listras de tinta com cores do círculo cromático

16/11/2020

O que é círculo cromático e como combinar cores na moda

Escrito por Audaces