Audaces - Improve your design

Design de moda com foco em resultados para seu negócio

Ícone de Pesquisa

14/11/2014

E a moda hoje? Como podemos definir? – Parte 1

Por Julia Picoli
Docente no curso de Moda da Feevale e consultora de produto de Moda

 

 

 

 

 

Grande parte dos estudiosos explicam que a indumentária surgiu com três finalidades principais: adorno, pudor e proteção. O adorno é o verdadeiro motivo que conduziu o homem à adoção de vestimentas e ainda as suas funções de preservação da temperatura corporal e do pudor. Vestir o corpo sempre foi um dos meios pelos quais o ser humano produziu significação na sociedade. Essa motivação, de caráter tanto social quanto psicológica, mostra que a indumentária foi adotada como forma de expressão pela humanidade. O adorno tem como finalidade essencial embelezar a aparência física, de modo a atrair os olhares e a admiração de outros, e fortalecer a autoestima. Já o pudor procura ocultar partes do corpo que possam chamar a atenção ou causar desejo. Sendo assim, por meio das roupas, buscamos satisfazer duas tendências contraditórias, de dois pontos de vista, aparentemente, incompatíveis; de um lado, exibir atrativos; de outro, ocultar vergonhas.

Ao longo dos séculos, a sociedade evoluiu e as características relativas às roupas se adequavam a cada época. Mesmo sendo o adorno uma das principais características da indumentária o pudor e a proteção são igualmente importantes, pois estão presentes em todos os momentos e influenciaram, cada um à sua maneira, a evolução da moda ao longo do tempo.

A segunda finalidade do uso do vestuário é o pudor, pois as pessoas utilizam as roupas como forma de cobrir o corpo, devidos às exigências morais da sociedade. Esta característica é geralmente definida pelo contexto cultural e religioso de cada sociedade. Em alguns países, ou entre praticantes de certas religiões, a mulher deve andar coberta, enquanto que, pelo contrário, em outros países e outras religiões o uso de roupas muito curtas e justas não é sinal de falta de respeito ou falta de pudor.

A terceira função do vestuário é a ornamentação, pois os adornos possibilitam enriquecer nossos atrativos físicos, afirmar nossa criatividade e individualidade ou sinalizar nossa associação ou posição dentro de um grupo ou cultura. Esses três princípios da indumentária foram evoluindo até chegar em uma das grandes mudanças da sociedade, o surgimento da moda.

O surgimento da moda ocorre durante o século XIV, tendo como uma das causas a diferenciação dos trajes masculino e feminino. Moda é o uso ou hábito geralmente aceito, variável no tempo, resultante de determinado gosto ou ideia, e de interferências do meio. Reflete os costumes, os valores da sociedade em um período de tempo. Por isso, a moda também é considerada um fenômeno social e cultural, já que expressa os valores da sociedade, usos, hábitos e costumes, em um determinado momento, consistindo na mudança constante de estilo, mudança esta advinda da necessidade de conquistar ou manter uma determinada posição social. Ou seja, moda é o reflexo das transformações da sociedade, dos costumes e do comportamento em geral.

Neste post compreendemos um pouco sobre os princípios do vestir e do surgimento da moda. Nos próximos vamos entender mais um pouco sobre o surgimento da moda e suas peculiaridades.

 

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Você também pode gostar de ler:

Novembro Azul

30/11/2020

Novembro Azul: A cor da moda para os homens

Escrito por Audaces

produto-de-moda-desenvolvimento-industria-4.0-audaces

24/11/2020

Como aperfeiçoar o produto de moda com tecnologias da Indústria 4.0

Escrito por Audaces

indústria têxtil

24/11/2020

Indústria têxtil: matérias-primas podem ser naturais e químicas?

Escrito por Audaces