Audaces - Improve your design

Design de moda com foco em resultados para seu negócio

Ícone de Pesquisa

23/01/2015

Antimoda, não-moda e outros conceitos

2 min

Por Eduardo Vilas Bôas
Professor de Moda do Senac SP

A ideia de que toda e qualquer roupa significa moda é errônea e foi amplamente divulgada pela mídia. É ainda comum, por exemplo, ouvirmos falar de história da moda do período egípcio ou romano, sendo que a moda, na verdade, vai surgir muitos séculos depois, entre 1340-1350 d.C.

Hoje, com um jornalismo de moda mais especializado, os conceitos vão reassumindo suas propriedades e área cresce tecnicamente. A seguir elenquei cinco dos conceitos mais banalizados e, por isso, controversos na moda e que merecem discussão.

Antimoda pode nascer de uma atitude pessoal ou de um grupo, que, a princípio, não teriam nenhuma pretensão de lançar tendência ou ideias com suas escolhas. Na maioria das vezes, são vistas com estranhamento e consideradas subversivas ou transgressoras exatamente por fugirem dos usos e costumes vigentes. O que é contra a moda hoje (antimoda), pode ser amanhã um item de adoração dos fashionistas, por isso ela é fundamental no Sistema da Moda. Um bom exemplo foi a influência da estética gay no universo heterossexual masculino, originando os primeiros metrossexuais.

 

 

Não-moda refere-se a indumentária submetida às regras específicas de religiões ou culturas, geralmente orientais ou tribais, que não variam de acordo com os ciclos de mudança de estação. São roupas ligadas a tradições específicas e, por isso, não sofrem alterações constantes na sua estética conforme determina a Indústria da Moda.

 

 

 

 

Moda Conceitual ou Experimental é uma forma de comunicação utilizada pelos estilistas para expressar sua criatividade, suas ideias, um conceito que estejam propondo. Dirige-se aos profissionais da moda, portanto, é uma leitura tecnicista. É apresentada cercada de grandes produções: cenários vultuosos, iluminações estratégicas, sonoplastia de efeito, styling que reforça o conceito. A Moda conceitual faz o espectador parar, analisar e refletir para entender.

 

 

 

 

Moda Comercial refere-se as peças de roupa focadas no consumidor final, sem exageros, muito embora também transmitam algum conceito. É apresentada ao público em desfiles mais simples e clean, reproduzindo ao máximo a utilização final do produto. A Moda comercial é destinada ao público leigo e, por estratégias de marketing, geralmente está associa a celebridades.

 

 

 

 

Modinha são peças de roupa com forte apelo popular, a preços acessíveis e com uma mudança de coleção muito dinâmica. Gera produtos descartáveis e altamente associados com as ebulições do mercado, como a influência estética das novelas, por exemplo. São cópias de qualidade inferior das marcas vanguardistas. Quando há desfiles, são feitos pelas próprias lojas com enfoque nas revendedoras.

 

 

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Você também pode gostar de ler:

Modelo da grife Versace usando lenço na cabeça em backstage de desfile.

19/04/2021

Como usar lenço: 5 inspirações para aplicar a peça ao seu estilo

Escrito por Audaces

Digitalização de moldes

13/05/2021

Como a digitalização de moldes pode melhorar sua produção

Escrito por Audaces

Bailarina Ingrid Silva gestante

07/05/2021

Moda gestante: como as mulheres grávidas se vestiram ao longo do tempo

Escrito por Audaces

design-thinking-en-la-educacion-creatividad-audaces

06/05/2021

Como os princípios do design contribuem com a moda?

Escrito por Audaces