Audaces - Improve your design

Design de moda com foco em resultados para seu negócio

Ícone de Pesquisa

06/11/2013

Prodesign: programa de financiamento para moda e design

A moda e o design brasileiro contam agora com uma linha de crédito específica. O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) acaba de lançar o Programa BNDES de Apoio a Investimentos em Design, Moda e Fortalecimento de Marcas denominado Prodesign.

Com um orçamento de 500 milhões e taxas atrativas, a ideia é fomentar a competitividade das empresas do setor. O programa tem vigência até dezembro de 2015 e está destinado à pessoas jurídicas de direito privado com sede e administração no País.

O principal objetivo do Prodesign é incentivar atividades de elaboração, desenvolvimento e aprimoramento – na funcionalidade ou na estética – de produtos e marcas que colaborem para o incremento da qualidade e diferenciação. Os investimentos cobrem o fortalecimento de marcas nas cadeias têxtil e de confecções, calçadista, moveleira, perfumaria e cosméticos.

Também serão contempladas as iniciativas empresariais de higiene pessoal, utilidades domésticas, eletrodomésticos, brinquedos, joias, relojoeira, embalagens, revestimentos cerâmicos, além do comércio e serviços associados aos respectivos setores industriais citados no edital.

 

Programa do BNDES incentiva setor de moda no Brasil/ Reprodução

A iniciativa do programa contribui para a crescente profissionalização do marketing e do planejamento estratégico das empresas brasileiras. A política do BNDES está afinada com a política industrial do Plano Brasil Maior do Governo Federal, cuja diretriz é o apoio à inovação e ampliação de incentivos fiscais. A proposta é a consolidação e fomento a investimentos em ativos intangíveis para empresas de todos os portes.

No rol dos itens financiáveis pelo Prodesign figuram despesas referentes à pesquisa, desenvolvimento e aperfeiçoamento de produtos, embalagens, desenho industrial e design de moda, associados à ergonomia, concepção, conforto e estilo.

A aquisição de softwares desenvolvidos no país, despesas com treinamento, participação em feiras e eventos (realizadas no Brasil ou no exterior), consultorias, capacitações gerencial, técnica e de apoio operacional – entre outros – estão na lista. Informações relacionadas às modalidades de financiamento estão disponíveis na página de Apoio Financeiro.

Por Raquel Medeiros
Jornalista pela UFPB, coolhunter e editora do site Nas Entrelinhas

 

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Você também pode gostar de ler:

produto-de-moda-desenvolvimento-industria-4.0-audaces

24/11/2020

Como aperfeiçoar o produto de moda com tecnologias da Indústria 4.0

Escrito por Audaces

indústria têxtil

24/11/2020

Indústria têxtil: matérias-primas podem ser naturais e químicas?

Escrito por Audaces

Listras de tinta com cores do círculo cromático

16/11/2020

O que é círculo cromático e como combinar cores na moda

Escrito por Audaces